Ir para o conteúdo

quinta-feira, 07 de novembro de 2013

Artigos

Divulgado documento preparatório para o Sínodo dos Bispos de 2014

O Vaticano divulgou nesta terça-feira (5) o documento preparatório do próximo Sínodo dos Bispos, que será realizado em outubro de 2014. O texto apresenta problemáticas pastorais que a família enfrenta na atualidade.
O Santo Padre convocou a 3º Assembleia Geral Extraordinária do Sínodo dos Bispos, que será realizada no Vaticano, de 5 a 19 de outubro do próximo ano, tendo como tema ‘Os desafios pastorais da família no contexto da evangelização’, para promover uma reflexão e propor soluções pastorais comuns em pontos importantes relativos à família. O documento destaca o desafio da evangelização da família contemporânea quando existe uma “evidente crise social e espiritual”.
O tema será debatido em duas etapas, a primeira com o evento de 2014 e a segunda, em 2015. A primeira etapa pretende recolher testemunhos e propostas dos bispos e a etapa seguinte, buscar e encaminhar linhas de ação para a pastoral da pessoa humana e da família.
O documento apresenta algumas realidades atuais como a união dos casais sem a busca e o desejo pelo matrimônio, a união entre pessoas do mesmo sexo e onde algumas vezes, há adoção de filhos, o pluralismo relativista que desvaloriza o matrimônio, as tendências de pensamento das propostas legislativas que desvalorizam a fidelidade matrimonial, as mães de substituição (barriga de aluguel), entre outras realidades.
O texto cita ainda, no âmbito eclesial, o enfraquecimento ou abandono da fé na sacramentalidade do matrimônio e no poder terapêutico da penitencia sacramental e como é “urgente a atenção do episcopado mundial” no enfrentamento desses desafios.
O documento inclui um questionário com 38 perguntas que será encaminhado para as dioceses de todo o mundo. As perguntas questionam a realidade familiar e a ação da Igreja a partir de nove aspectos: Sobre a difusão da Sagrada Escritura e do Magistério da Igreja a propósito da família; Sobre o matrimônio segundo a lei natural; A Pastoral da Família no contexto da evangelização; Sobre a pastoral para enfrentar algumas situações matrimoniais difíceis; Sobre as uniões de pessoas do mesmo sexo; Sobre a educação dos filhos no contexto das situações de matrimônios irregulares; Sobre a abertura dos esposos à vida; Sobre a relação entre a família e a pessoa; Outros desafios e propostas.
 
www.diocesedebarretos.com.br / [email protected]

Compartilhe: