Ir para o conteúdo

sábado, 03 de junho de 2017

Artigos

Distribuir alegria

Deus criou o ser humano por amor e para o amor. Não é coincidência, mas, uma reafirmação e síntese do projeto inicial, o mandamento de Jesus: “Amai-vos uns aos outros”. 
O amor é a marca da aliança feita por Deus com seu povo. O amor não pode ser idealizado como um projeto futuro, mas deve ser concreto e vivido no momento presente. Não se resume a uma promessa, mas uma ação concreta e despojada de interesses pessoais.  
Amar o irmão deve ser um propósito de vida, um comportamento diário e não um simples conceito ou clichê. É fazer a vontade de Deus e despojar-se da própria vontade.  
Aquele que ama conforme o mandamento de Jesus distribui alegria, semeia paz, serenidade, entusiasmo e leveza àqueles que estão em seu caminho.  Pois, gera nas pessoas a certeza interior de ser amado, que desperta a confiança e a fé. 
Encontrar-se com alguém disposto a receber ou dar amor, torna-se a descoberta de Deus que é amor na vida cotidiana, de sua presença no meio em que se vive. Com a sua vida, através do amor gratuito e incondicional o discípulo de Jesus pode ser distribuidor de alegria verdadeira, testemunhando ser uma pessoa alegre, feliz e, plena do amor de Deus.
 
Diego Mendes
Seminarista
 

Compartilhe: