Ir para o conteúdo

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Artigos

Direto da Fonte

A Direto da Fonte…
…foi a primeira a tocar e insistir no assunto da mudança climática, na falta de chuvas, na perda de volume dos grandes rios do baixo Pardo/Grande, na óbvia queda de volume das águas dos nossos córregos e como isso tudo vai afetar a vida das pessoas, hoje e amanhã. Tanto do ponto de vista do fornecimento de energia, quanto de água, esse líquido precioso e fundamental. Tocamos no assunto de forma quase obsessiva. Por que é a principal pauta do momento. Somente São Pedro poderá mudá-la!
 
Dai saber do…
…racionamento imposto pelo SAAE por motivos explícitos como queda de 60 centímetros (quase um metro!) é como atingir um ponto de chegada. O racionamento vai ser explicitado de forma larga neste jornal. Fiquemos com os comentários. Racionar não é o fim do mundo, mas uma forma racional de tratar um assunto dessa grandeza. Na opinião desse jornalista a ação tomada até demorou um pouco. Mas antes tarde do que esperar a crise se instalar definitivamente.
 
O anúncio de…
…que o frigorífico JBS vai adotar férias coletivas a partir do dia 3 de novembro mostra que o assunto é sério. Também, segundo a FAO, para produzir um quilo de carne são necessários 15 mil litros de água, considerando, claro, todas as etapas do pasto ao prato. Quando exportamos carne, também estamos exportando um ativo em água. Além disso, estamos economizando água do país para onde vão as toneladas de carne "in natura" ou industrializada. Em tempo: um quilo de grãos gasta 1.500 litros. 
 
Este é o momento…
…certo para levantar uma questão: como estamos tratando nossos córregos! O velho Pitangueiras resiste firme oferecendo metade da água para a população de Barretos e também para o frigorífico JBS. O Aleixo vem apanhando feio nos últimos anos e mesmo assim oferece sua parte. A "Direto da Fonte" viu ontem o córrego, que corre atrás do frigorífico Minerva, ter seu curso desviado para construção de uma ponte. Pelo menos 100 metros de flora e fauna desapareceram. Como estamos tratando os córregos?
 
A banana nanica…
…teve um aumento de 17,47% em setembro. A principal causa do aumento foi a seca no Vale do Ribeira. A seca pode ser no Vale, mas a banana está em todos os supermercados, incluindo os de Barretos. Já a carne de frango (que gasta 3.500 litros de água) aumentou porque as exportações do produto aumentaram, diminuindo a oferta no mercado interno. O levantamento foi feito pelo Instituto de Economia Agrícola e no geral os preços no atacado aumentaram 0,88% entre agosto e setembro.
 
Os brasileiros…
…não desgrudam do celular nem quando estão assistindo TV. Um estudo do Ibope Media mostrou que 16 milhões de brasileiros se conectam no celular enquanto veem TV. O número cresceu quase duas vezes mais desde quando o estudo Social TV foi divulgado em 2012. Claro, as mulheres e os mais jovens é que realizam está dupla atividade ao mesmo tempo. Está sendo criado um "corredor" de duas mãos entre internet e TV, onde um influencia o outro.
 
Doze lotes…
…da vacina Meningite (vacina meningogócica C conjugada) tiveram ontem suspensa a distribuição e comercialização em todo o país. Segundo a ANVISA, a vacina é indicada na imunização de crianças com mais de três meses, adolescentes e adultos, para a prevenção da meningite. O motivo foi a constatação de unidades com partículas de óxido de ferro no interior das seringas. A empresa Wyeth Indústria Farmacêutica comunicou retirada voluntária do produto.
 
Ontem o preço…
…da arroba do boi batia um novo recorde atingindo o preço de R$ 133,00 para pagamento à vista e R$ 134,00 para pagamento em 30 dias. Acontece que com isso preço da vaca gorda também está sendo puxado para cima chegando ao pregão de ontem a R$ 126,00 e R$ 127,00. Isto significa que a oferta de vacas também está caindo, porque para repor estoques os frigoríficos estão comprando o que podem. A pergunta é: não faltarão vacas para gerar bezerros no futuro? 

Compartilhe: