Ir para o conteúdo

sábado, 05 de julho de 2014

Artigos

Direto da Fonte

O Feirão de Empregos…
…realizado na última quinta-feira conseguiu reunir 2.000 pessoas durante o período das 8h às 16h. Pode-se dizer que foi um sucesso, principalmente, porque cadastrou 612 vagas, quase 30% do total de comparecimento. Se 10% dessas 612 vagas reverterem em contrato de emprego o Feirão terá superado a média mensal observada na diferença entre contratações e demissões de janeiro a maio. Essa média ficou em cerca de 57 por mês nesse período.
 
O cálculo é…
…bem simples. De janeiro a maio foram admitidas 6.498 pessoas e demitidas 6.210 pessoas, segundo o Ministério do Trabalho, link Estatísticas do Cadeg. Essa diferença resulta em 288 que o MTE chama de variação absoluta. Esse número dividido por cinco meses resulta em 57 de variação absoluta por mês. Esta diferença mostra que é pequeno o número de empregos criados, já que existem demissões ao mesmo tempo. O Feirão poderá melhorar, e muito, esta média.
 
Uma candidata…
…que esteve no Feirão, e falou com a Direto da Fonte, elogiou a iniciativa. Procurava emprego a mais de um ano. Considerou que no Feirão deu para focar mais nas suas habilidades que são direcionadas às novas tecnologias. Leia-se: computação e internet. Conseguiu entrevistas em três diferentes empresas para o setor. A candidata tem uma sugestão. “Da próxima vez eles devem fazer o atendimento em local coberto. O sol estava muito forte. Cheguei em casa com dor de cabeça, mas valeu a pena!”.  
 
O famoso feijão…
…com arroz, um dos pratos prediletos da população, vai fazendo sua escalada de preços para o alto. Pesquisa da APAS (Associação Paulista de Supermercado) contabilizou um aumento de 4,85% para o arroz e de 6,44% para o feijão. Muito acima da inflação no período de janeiro a maio que ficou em 3,99%. E as notícias não são boas para quem gosta da dobradinha arroz com feijão. O clima seco deverá pressionar ainda mais os preços. O par perfeito no prato começa a ficar imperfeito no bolso do consumidor!
 
71 vezes 29…
…não foi a quantidade de gols que o Brasil enfiou na Colômbia. Mas retrata a confiança do brasileiro na seleção brasileira, segundo pesquisa do Ibope Media. Sete em cada 10 brasileiros acham que a seleção levanta a taça do Hexa. E grande parte dos entrevistados aponta a Holanda na final com o Brasil. Dentro do grupo pessimista (3 em cada 10) tem um outro grupo mais pessimista ainda: 2 em cada 10 acham que o Brasil não chegará ao jogo final. Está bom. Fico entre os 7! E você?
 
Mascarados…
…em manifestação estão com os dias contados. Em sessão extraordinária na quinta-feira (3) os deputados aprovaram lei que proíbe utilização de máscaras em manifestações públicas. O anonimato estará proibido assim que o governador Geraldo Alckmin sancionar a lei e se isso acontecer, qualquer manifestação terá que ter autorização da Secretaria de Segurança Pública. Eis o imbróglio: a Constituição garante a manifestação sem autorização prévia. Artigo 5, Inciso XVI. Será fácil contestar!
 
A Câmara Municipal…
…de Barretos vai encerrar os primeiros sete meses com uma marca incrível. Dos 210 dias  destes sete meses ficou mais de 30% descansando sem trabalho oficial. No mês de janeiro esteve de recesso, que se repetiu em julho. Por alto soma 60 dias. No mês de junho foram 14 dias de recesso, por causa da Copa. São 74 dias teoricamente sem trabalho, o que dá os 30% acima. Sem considerar os feriados, sábados e domingos. Puxa vida: números são difíceis de contestar. Mas nem sempre dois mais dois são quatro!
 
Eles seguem…
…à risca o conceito do sociólogo italiano Domênico de Masi, que escreveu um ótimo livro intitulado “O Ócio Criativo”. Vai ver é isso. De qualquer forma no período até 4 de julho a Câmara já havia contabilizado um gasto de quase R$ 3,7 milhões. Pelo trabalho de seis meses. Até o final do ano ainda dispõe de mais R$ 4,7 milhões para suportar a dura carga de trabalhar mais seis meses. São números transparentes e estão disponíveis no site da Câmara. E ainda têm que torcer pelo Brasil. Que dureza!

Compartilhe: