Ir para o conteúdo

domingo, 27 de julho de 2014

Artigos

Direto da Fonte

O futebol é… 
…a bola da vez. Tramita no Congresso Nacional uma proposta para mudar a Lei da Responsabilidade Fiscal do Futebol criando inclusive um caminho para o refinanciamento das dívidas dos clubes. Quer dizer erraram na gestão, endividaram os clubes, não pagaram tributos, tem salários atrasados e um passivo trabalhista e, agora pedem socorro para refinanciamento de dívidas. Os clubes devem ao fisco R$ 3,4 bilhões e querem parcelar a dívida em 25 anos. 
 
Olha a diferença… 
…entre Alemanha e o Brasil. O percentual de ocupação dos assentos no campeonato alemão é de 97,7%. No ‘Brasileirão de 2013’ o percentual ficou em 38%. Quer dizer: enquanto lá sobram apenas 3% de cadeiras vazias durante o campeonato, aqui sobram 65% das cadeiras vazias. Como é que os clubes querem ganhar dinheiro nessa situação? O Brasil ocupa o 35º lugar no ranking de ocupação de assentos. Os EUA ocupam o terceiro lugar. Qual é mesmo o País do futebol?
 
O diagnóstico…
…dessa situação, segundo a Pluri Consultoria, é bem clara: “campeonato pouco atrativo, com equipes fracas, falta de ídolos e jogadores bons de bola, preço alto do ingresso, insegurança nos estádios e concorrência com a TV”. O sofá de casa e as opções ‘pay per view’ ajudam a derrubar um pouco o futebol brasileiro. A previsão para 2014 é de menos público nos estádios,  já que até agora o público médio do Brasileirão está abaixo de 2013. A segunda divisão da Alemanha tem 71% de acentos ocupados. Basta.
 
Além do futebol…
…começa prá valer agora em agosto as campanha eleitorais de todos os tipos e por todos caminhos. As grandes consultorias de economia já estão fazendo suas apostas: duas apontam Dilma no final e outras duas apontam Aécio Neves. É uma combinação complicada que trabalha com intenção de voto, rejeição e tendência. Em Barretos começam a sobrevoar os candidatos de fora. Enquanto isso a região espera uma Agenda Política Regional que deveria sair de Barretos, mas a divisão local impediu. Pena!
 
As novas tecnologias…
…não tem mesmo limites. A partir de agosto quem tiver um iPhone 5 ou 5s poderá transformá-lo numa câmera térmica capaz de ver através de paredes. Trata-se do dispositivo Flir One, que combina informações de calor com a imagem ao vivo da câmera exibindo uma representação térmica dos indivíduos. Serve também para detectar vazamentos, problemas no motor do carro, aquecimentos de circuitos em fiações. Deve chegar ao Brasil em 2015. E terá um custo alto de R$ 700,00.
 
O gigante Google… 
…quer agora avançar no mundo da genética. O laboratório Google X quer criar um mapa genético do ser humano perfeitamente saudável. Querem criar uma referência química para um corpo humano em pleno estado de saúde para poder identificar anomalias muito antes de doenças se manifestarem. No inicio vão analisar através do sangue e saliva a informação genética de 175 pessoas. Depois esperam que outros milhares aceitem participar do projeto. Dizem que o objetivo é a ciência, mas…
 
As viagens…
…entre a Flórida (Estados Unidos) e São Paulo (SP) de avião vão ficar mais sustentáveis em breve. Isso é o que prometem a multinacional Amyris e a brasileira GOL Linhas Aéreas, ao anunciar para o final de julho os voos comerciais abastecidos com 10% de bioquerosene de aviação, produzido a partir da cana-de-açúcar. O biocombustível, além de proporcionar desempenho equivalente ao combustível convencional derivado de petróleo, reduz significativamente as emissões de gases causadores do efeito estufa.
 
O vírus Ebola…
…fez a primeira vítima na Nigéria, da África. É o primeiro caso constatado de ebola na Nigéria que acendeu a luz vermelha. A vigilância foi reforçada em todos os portos, aeroportos e fronteiras do país, informou o ministro da Saúde, Onyebuchi Chukwu. Desde fevereiro, mais de 660 pessoas morreram de ebola na África ocidental na maior epidemia da doença já registrada. Vírus é fatal e mata 90% dos doentes. Viaja em qualquer coisa. Em 1976 chegou à França numa garrafa térmica.

Compartilhe: