Ir para o conteúdo

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Artigos

Diocese de Barretos tem o maior tempo de vacância na Igreja do Brasil

Desde a nomeação de Dom Edmilson Caetano, em 29 de janeiro deste ano para ser bispo da Diocese de Guarulhos, a Igreja Particular de Barretos está vacante. Desde então, Dom Edmilson passou a ser administrador diocesano e o cargo passou a ser desempenhado pelo padre José Roberto Santana, quando de sua posse no mês de março em Guarulhos.
O bispado de Barretos passou a ser, desde ontem, (15) a diocese com maior tempo de vacância, já que Dom Antônio Brochini foi transferido de Jaboticabal para Itumbiara (GO). A Diocese de Itumbiara estava vacante desde 1º de dezembro de 2013.
Agora, a expectativa para a nomeação do sexto bispo para a nossa diocese aumenta ainda mais, já que é a primeira da lista em vacância no Brasil. As nomeações de bispos acontecem às quartas-feiras e são publicadas a partir das 8h no site da CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.
 
Assembleia das Igrejas do Regional Sul 1 começa amanhã em Itaici
A 36ª Assembleia das Igrejas do Regional Sul 1 (estado de São Paulo) da CNBB, terá início amanhã e se estende até domingo (19) no Centro de Espiritualidade Inaciana (CEI), em Indaiatuba, Itaici (SP). Bispos, administradores diocesanos (como no caso da Diocese de Barretos), coordenadores diocesano de pastoral, párocos, leigos e leigas delegados da coordenação (arqui) diocesana de pastoral, além de interessados no tema para o debate e a troca de experiências participam do evento.
A assembleia irá refletir o tema “Vocação e Missão dos cristãos leigos numa paróquia missionária”. A programação prevê a realização de painéis, exposições e partilhas sobre a temática.
Participarão da Assembleia, a segunda do ano, os bispos das 47 dioceses do Estado, coordenadores de pastorais e movimentos de Igreja. Chama-se Assembleia das Igrejas porque tem a participação de leigas e leigos que atuam nas Igrejas locais. 
Representarão a diocese os padres José Roberto Santana, administrador diocesano, e Ronaldo Miguel, coordenador diocesano de pastoral, e o seminarista Luís Fernando do Nascimento.
 
www.diocesedebarretos.com.br / [email protected]

Compartilhe: