Ir para o conteúdo

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Artigos

Dia dos PAIS

Bom dia, Barretos!
Quero inicialmente agradecer ao nosso Pai, Pai de todos nós, que nos abençoe, proteja e nos guie, pelas estradas da vida. Pedindo que abençoe a todos os pais barretenses, e àqueles que nos acompanham nos programas dos sábados, iluminando-os na tarefa de bem guiarem suas famílias pelos caminhos da vida. Peço a permissão de todos, para abraça-los, abraçando espiritualmente meu pai, Chade Rezeck que saiu da Síria no início de sua juventude, enfrentando uma longa viagem num porão de navio, para recomeçar uma nova trajetória de vida no Brasil.
Aqui aportou sem falar uma palavra em português, sem dinheiro e sem familiares a não ser um irmão que enfrentando uma série de problemas, não pode lhe dar a retaguarda necessária. Começou como quase todo imigrante árabe a mascatear buscando um lugar ao sol. O destino lhe sorriu retribuindo ao trabalho sério e fraterno que desenvolvia. Com o passar do tempo montou seu próprio comercio, em Colina, e já estabilizado contraiu matrimonio com aquela que veio ser a esposa e mãe de seus sete filhos, constituindo uma família unida e temente a Deus. Sempre prezou pelas amizades, e lembro de uma vez que deixou minha mãe cuidando da venda, como assim era conhecida na época, para ir socorrer um amigo que havia contraído hepatite, precisava ficar de repouso e não tinha ninguém para tomar conta de seu comércio.
Esse era o espirito de meu pai, sempre prestativo pronto a ajudar o próximo, preocupado com o bem-estar de todos, mesmo que isso lhe custasse um esforço físico e financeiro, que precisava ser equacionado. Daí ter certeza de que ao abraçar espiritualmente meu pai, que já foi chamado pelo Criador, para receber sua recompensa no plano espiritual pelo bem que espalhou em sua caminhada terrena, estarei prestando uma homenagem a todos os pais, que como o meu espalham amor, conselhos e encaminham com seriedade a trajetória de seus filhos. Colhemos na nossa velhice o amor que espalhamos em nossa caminhada.
Que possam representar para suas famílias o que meu pai representou para a nossa. Que o Espirito Santo possa iluminar suas ações e Cristo abençoar suas caminhadas.
Bom dia, Barretos.

Compartilhe: