Ir para o conteúdo

quinta-feira, 25 de julho de 2024

Artigos

Dia dos Namorados

Bom dia, Barretos!
Estamos comemorando o dia dos namorados, e eu não poderia deixar de parabenizar a todos, que se amando de verdade são eternos namorados. Ninguém namora sem que o amor invada suas almas, e isto ocorre com crianças ainda na escola, se encantando com o coleguinha e iniciando um namorico. Continua na puberdade, onde o namoro excede do amor para muitas vezes se tornar paixão, turvando os sentimentos. Continua após a puberdade, levando o namoro até o altar e se tornado marido e mulher. Que muitas vezes continuam se amando, eternos namorados, mesmo com o passar do tempo, com o amor deixando de ser arrebatador, para se tornar um amor suave e eterno. Mas o amor persiste mesmo na velhice e vemos casamentos de sexagenários a nonagenários. O amor é envolvente e se exterioriza através do namoro para se eternizar na união. Quando vemos duas pessoas enamoradas elas estão irradiando uma energia contagiante, a energia que só o amor explica. E não depende da idade dos enamorados, jovens adultos ou mesmo já na terceira idade a energia do amor é a mesma. Os enamorados parecem que estão num outro patamar, não percebem nem se preocupam com o que está em volta e vivem apenas o seu momento. Estamos falando do amor, sem qualquer ligação com o desejo carnal, mas sim dessa força acima de nossa razão, que não nos permite analisar racionalmente o momento vivido, mas que nos envolve e arrebata. O amor verdadeiro sempre é abençoado por Deus, e a razão do povoamento da terra.
Até a estrutura familiar começa com o namoro, depois o noivado e se completa com o casamento seguido pela chegada dos filhos completando o ciclo do povoamento da terra. Bendito, pois o amor e o namoro, mas que não seja apenas pelo dia dos namorados, mas que se estenda por toda a existência.
Ame, namore e seja feliz.
Bom dia, Barretos.

Compartilhe: