terça-feira, 04 de agosto de 2020

Artigos

Devoção e culto a Nossa Senhora de Nazaré poderão se tornar patrimônio da humanidade

Muito presente em países lusófonos, especialmente Brasil e Portugal, a devoção e o culto a Nossa Senhora de Nazaré poderão se tornar em breve Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.
Isso se deve ao fato de que, entre 24 e 26 de janeiro, acontecerá na cidade de Nazaré (Portugal), o Encontro Internacional das Comunidades Devotas de Nossa Senhora de Nazaré, ocasião em que será lançada a candidatura das Práticas e Manifestações do Culto de Nossa Senhora da Nazaré a Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, título a ser conferido pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura).
De acordo com o site do Encontro, “o culto a Nossa Senhora de Nazaré não é apenas uma das mais antigas tradições Marianas portuguesas, também se espalhou pelo mundo de língua portuguesa, implantando-se com particular intensidade no Brasil”.
Em terras brasileiras esta devoção se manifesta, sobretudo, no Círio de Nazaré, em Belém (PA), o qual é uma das maiores festividades católicas do mundo que todos os anos, em outubro, reúne mais de 2 milhões de pessoas e já foi reconhecido em 2013 como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.
Nesse sentido, segundo informa o Regional Norte 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), uma comitiva sairá de Belém para participar do evento e expressar seu apoio à candidatura. Entre os membros desse grupo estão autoridades e representantes do governo do Pará e da Arquidiocese de Belém, como o Arcebispo Dom Alberto Taveira e o reitor da Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré em Belém, Padre Luiz Carlos Nunes Gonçalves.
Fonte: ACI Digital

Compartilhe: