Ir para o conteúdo

segunda-feira, 17 de junho de 2024

Artigos

Desperdício da vida

Muitas pessoas não dão descanso aos seus cérebros, talvez por medo de ter que pensar na própria espiritualidade do sentido da vida.

Por isso, têm a preocupação constante de preenchê-los com barulhos, fones de ouvido, programas de tv, jogos, videogames… qualquer agitação serve.

Nesta preocupação estressante, o cérebro não tem períodos de descanso, pois a pessoa evita o silêncio, a reflexão, os momentos de relaxamento que a leve a sair da própria alienação em que provavelmente se encontra.

Assim ela se prejudica, porque a vida é um dom tão sagrado, mas tão sagrado, que é lamentável alguém desperdiçá-la só com futilidades efêmeras.

Compartilhe: