Ir para o conteúdo

domingo, 30 de março de 2014

Artigos

De que forma a psicologia está ligada diretamente a saúde

Ter saúde significa estar bem consigo mesmo, física e mentalmente. E a psicologia pode ajudar – e muito – nesse aspecto.
 
Depressão, transtorno bipolar, boderline, fobias. Esses são problemas comuns sentidos por grande parte da população. Segundo a OMS, mais de 350 milhões de pessoas sofrem com a depressão – e muitas delas não procuram tratamento, ou pior, não aceitam que estão com problemas.
Segundo João Alexandre Borba, psicólogo e coach, a psicologia entra como um auxílio no tratamento dessas pessoas, podendo ser tanto como profilaxia ou como método de cura. “Às vezes não são nem doenças, como a depressão, por exemplo, que fazem com que uma pessoa comece a enfrentar um período difícil. Situações, como a descoberta do contágio pelo HIV, o alcoolismo ou vício em alguma outra droga, doenças ocupacionais, dentre outros, são questões que demandam um cuidado e atenção especial”, explica o especialista.
É claro que todos sofrem com momentos de altos e baixos durante a vida, o problema das pessoas que estão mal psicologicamente, é que elas não conseguem enxergar a “luz no fim do túnel”, ou que tudo é passageiro – tanto a fase boa, quanto a ruim. “É preciso ter em mente que quanto mais a pessoa sofrer e não procurar ajuda para resolver os seus problemas, mais prolongados eles serão – o que só fará mal para ela e seus próximos”, comenta.
Esse é outro aspecto destacado por Borba: o relacionamento com o próximo. Quando a pessoa não está satisfeita consigo mesma ou está infeliz, ela acaba, mesmo que sem querer, descontando essa sua infelicidade nas pessoas mais próximas, que, na maioria das vezes, nada têm a ver com o que acontece – muito pelo contrário, só querem ajudar.
Vale lembrar que a psicologia não receita remédios – e por isso, muitas pessoas partem, sem antes pesquisar um psicólogo – para métodos mais “pesados”. Muitas vezes os antidepressivos não são a solução, e sim muletas, um auxílio a mais que pode surgir pelo caminho. “Não existe receita de bolo. A solução para uma pessoa pode ser completamente diferente para outra. Por isso, conversar e conseguir se abrir sobre seus problemas, assim como reconhecê-los, pode ajudar muito no tratamento. E o psicólogo trabalha com isso”, diz.
Dicas que auxiliam no processo de viver melhor e aprender a lidar da melhor forma com as questões e estresses diários, são o fato de se manter saudável, realizando exercícios e com uma dieta balanceada, e evitar a solidão. “a sensação de solidão é acompanhada de perturbações do sono, hipertensão arterial, alteração do sistema imunológico e um aumento dos estados depressivos. E o fato de se manter saudável, praticando exercícios físicos e se alimentando de forma correta, ajuda na autoestima, ponto importante na hora de manter a saúde mental em dia”, conclui o especialista.

Compartilhe: