Ir para o conteúdo

domingo, 18 de maio de 2014

Artigos

CUIDAR E SER CUIDADO

A imagem "Ovelha e Pastor" é amplamente utilizada pela Sagrada Escritura para retratar a relação entre Deus e o homem. Figura ligada à civilização nômade e pastoril, o Pastor é guia, ama e defende as ovelhas, enquanto, o ladrão e o lobo exploram e matam. Na Bíblia, Deus é o Pastor Supremo e, os que possuem a missão de cuidar, exercem-na em Seu nome. Jesus é O Bom Pastor, aquele que dá a vida pelas ovelhas.
A relação Ovelha-Pastor retrata uma realidade inerente ao ser humano. Todo ser humano, enquanto Ovelha necessita de cuidado e, enquanto Pastor tem a missão de cuidar. Ao longo da vida estas condições alternam-se, naturalmente. Como filhos, educandos, funcionários, colaboradores, fiéis e cidadãos, somos ovelhas; como pais, educadores, políticos. Líderes e formadores de opinião, somos pastores. Não obstante as variáveis de ordem pessoal, familiar, cultural, religiosa…, deve prevalecer a consciência: preciso ser cuidado e tenho a missão de cuidar.  
Encontrar o equilíbrio entre estas duas condições é desafiante. Enquanto Ovelha, a tendência é deixar-se levar pelo instinto, desejo, vontade de fazer o que quer, quando quer e como quer, caminhando para as mãos do ladrão e garras do lobo, abraçando a morte e a destruição. É necessário e saudável reportarmo-nos a alguém como nosso cuidador, conferindo-lhe, autoridade de Pastor e guia, sobretudo quando, a cegueira do instinto fala mais alto.
Enquanto Pastor cabe educar, formar, orientar, proteger e zelar. Sensibilidade, firmeza, paciência, compreensão e disciplina são fundamentais. O Pastor deve ser coerente, sensato e prudente, sabendo dizer sim e dizer não. Ao mesmo tempo deve ser presente, acolher, ouvir, perdoar, dialogar e abraçar, sabendo lidar com as crises próprias dos que ocupam a condição de ovelhas. 
É sábio admitir: preciso ser cuidado! É sábio admitir: preciso ser cuidador! Esta consciência abre espaço para a busca do equilíbrio e maturidade em todos os sentidos e dimensões. Diante dos desafios próprios de cada condição, Ser Ovelha e Ser Pastor deve prevalecer o amor, máximo desejo de bem a si próprio e ao outro. Nesse empreendimento é essencial abastecer-se do Amor Maior, o Amor de Deus. Abracemos, com amor, nossa condição permanente de necessitados de cuidado e capazes de cuidar.
 
Ivanaldo Mendonça
Padre, Pós-graduado em Psicologia

Compartilhe: