Ir para o conteúdo

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024

Artigos

Cuidar de quem tem fome

Em 2023, a CNBB promove, como é tradição, a Campanha da Fraternidade (CF), pondo em evidência o tema “Fraternidade e Fome” e o lema “Dai-lhes vós mesmos de comer” (Mt 14,16). O intuito é sensibilizar a sociedade e a Igreja para enfrentar o flagelo da fome, que aflige uma multidão de irmãos e irmãs, por meio de compromissos que transformem essa realidade a partir do Evangelho de Jesus Cristo.
A CF, em sua história, ergue pela terceira vez sua voz, chamando nossa atenção para a assustadora realidade da fome em nosso país, e nos provoca a encontrar respostas criativas para a superação de tal cenário. É tempo de cuidar de quem tem fome.
Os bispos do Brasil desejam, com esta campanha, ajudar-nos a desvelar as causas estruturais da fome no Brasil, bem como identificar as contradições de uma economia que mata também pela fome. Para isso, é preciso aprofundar o conhecimento e a compreensão das exigências evangélicas e éticas de superação da miséria e da fome, acolher o imperativo da Palavra de Deus, que nos conduz ao compromisso e à corresponsabilidade fraterna, e investir esforços concretos em iniciativas pessoais, comunitárias e sociais que levem à superação da miséria e da fome no Brasil. Além disso, faz-se necessário estimular iniciativas no âmbito da agricultura familiar agroecológica e na produção de alimentos saudáveis; reconhecer e fomentar iniciativas conjuntas entre as comunidades de fé e outras instituições da sociedade civil organizada; mobilizar as pessoas de boa vontade para que haja sólida política de alimentação no Brasil, garantindo que todos tenham vida.
Não podemos nos esquecer de que a superação da miséria e da fome foi também objeto da reflexão da Conferência Nacional dos Bispos no Brasil na sua 40ª Assembleia Geral, em abril de 2002, quando, ao celebrar seu jubileu áureo, a CNBB publicou o documento intitulado Alimento, dom de Deus, direito de todos, lançando com ele um mutirão nacional de superação da miséria e da fome. Cuidar de quem tem fome é dever de todo cristão.

 

 

 

 

Pe. Patriky Samuel Batista
Secretário Executivo para
Campanhas da CNBB

Compartilhe: