quinta-feira, 29 de outubro de 2020

Artigos

Cuidados com a saúde no calor excessivo

Está oficialmente aberta a temporada de matérias falando sobre o aumento nas vendas de ar condicionado, alertas de saúde chegando no celular e de muita reclamação causada pelas altíssimas temperaturas registradas atualmente em Barretos e região. E a insatisfação das pessoas que não gostam de calor, ainda mais “tanto calor” é justificada, afinal, além do desconforto, o calor excessivo também representa diversos perigos para a nossa saúde, por isso separamos algumas dicas para vivenciar o momento da forma mais segura possível.

O conselho de sempre: beba muita água
Beber água todos os dias, independentemente da temperatura é fundamental, mas durante o calor é ainda mais importante. No caso dos idosos, é ainda mais importante a atenção a ingestão de água, pois, muitas vezes, eles sentem menos sede, além de apresentarem uma redução de líquidos no organismo. Estima-se que, enquanto um adulto tem uma média de 70% de água corporal, o idoso tem 50%.
Um indivíduo desidratado pode apresentar dor de cabeça, confusão mental e pedra nos rins.
Sobre a quantidade de água: O mínimo indicado é de dois litros por dia, mas diversos fatores alteram este número, entre eles o clima, a prática de exercícios físicos, o peso corporal e o consumo de álcool.
Fique atento ao suor
O suor quando estamos em temperaturas altas ou fazendo esforço físico é normal, mas sempre precisa ser compensado ingerindo água. Porém, quando ele é excessivo e/ou injustificado é importante saber que o seu corpo pode estar à beira de um colapso que pode resultar em ressecamento das mucosas, convulsão, desmaios ou até mesmo um estado de coma.
Melhorando a pressão baixa
A pressão baixa também pode ser resultado do calor excessivo e a indicação, a princípio é deitar e elevar as pernas. Assim o sangue aumenta o retorno para o coração, que redistribui pelo corpo. O mesmo é indicado para inchaços em membros inferiores.
Exercício físico com hora marcada
Os exercícios físicos devem fazer parte da nossa rotina, mas com as temperaturas atuais, estamos muito mais expostos a desidratação e fraqueza, por isso, escolha a primeira parte da manhã ou o final do dia, quando as temperaturas estão mais amenas para se exercitar. Em dias de muito calor, o desgaste é maior mesmo nestes horários, por isso, reduza a intensidade das atividades se sentir necessidade.
Sono
Ter um sono de qualidade de pelo menos oito horas por noite é fundamental para a qualidade do nosso dia e saúde. Por isso, se puder investir em ventiladores ou ar condicionado, é interessante. Outro fator importante é estar em um ambiente mais úmido, seja com umidificador ou uma bacia de água nos ambientes, inclusive na hora de dormir.

Compartilhe: