Ir para o conteúdo

terça-feira, 20 de fevereiro de 2024

Artigos

CRIAÇÃO DE SISTEMA DE CORREÇÃO AUTOMÁTICA DE PROVAS

O avanço da tecnologia e da inteligência artificial está criando possibilidades para melhorar processos em diversas áreas, incluindo a educação. Um estudante de sistema de informação desenvolveu um projeto que agiliza a correção de provas.
Matheus Eduardo Gomes Martins, do curso de Sistemas de Informação da Faculdade Barretos, criou um sistema capaz de ler e corrigir provas de múltipla escolha de forma totalmente automática. O software utiliza técnicas de visão computacional e processamento de imagens para identificar as alternativas marcadas pelo aluno e compará-las com o gabarito da prova.
O grande diferencial é que o sistema conseguiu alcançar uma alta taxa de acerto na leitura e correção das provas. Isso porque ele consegue segmentar a imagem da prova digitalizada, identificar as áreas das alternativas e realizar a leitura dos círculos preenchidos.
Além disso, o software gera como saída um arquivo com todas as informações sobre acertos e erros de cada aluno. De acordo com Matheus, a motivação do projeto foi criar uma ferramenta para diminuir a possibilidade de erros humanos que ocorrem na correção manual de provas. “É um trabalho exaustivo para o professor corrigir centenas de provas. O sistema automático é mais rápido e preciso”, destaca.
A expectativa é que a solução desenvolvida possa ser adotada pela Faculdade Barretos e outras instituições de ensino. Com isso, o tempo gasto com a correção de provas seria drasticamente reduzido, permitindo que professores se dediquem a outras atividades pedagógicas.
Além da área educacional, a tecnologia criada também tem aplicação em processos seletivos com muitos candidatos, como vestibulares e concursos públicos. A correção automatizada de provas em larga escala é essencial para agilizar a divulgação de resultados.
O projeto é um exemplo de como as novas tecnologias podem trazer benefícios concretos para a sociedade, principalmente na área da educação. A inteligência artificial está criando soluções antes inimagináveis, que podem ajudar a melhorar processos e experiências de aprendizado.

 

 

Matheus Eduardo Gomes Martins,
Bruno Ono de Moraes e Maria
Ludovina Ap. Quintans
Curso de Sistemas de Informação
da Faculdade Barretos

Compartilhe: