Ir para o conteúdo

quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Artigos

Corrupção

Bom dia, Barretos.
Lamentavelmente, o Brasil sofreu com a corrupção desde o seu descobrimento. Nossas riquezas começaram a ser delapidadas com os portugueses e muitos aproveitavam a deixa para se enriquecerem. Daí a revolta dos corruptos quando um governo começa a dura tarefa de mudar a história do nosso país. A torcida para que tudo dê errado, para que o país possa voltar à fase mais corrupta de nossa história, não para. Ainda agora quando o país surpreende com o PIB semestral atingindo 5,5% levando euforia ao mercado de ações e a todo o meio produtivo da nação. A “Folha de São Paulo”, do dia 2 de junho, trás na página 4 na coluna Painel, estampada a declaração do economista Eduardo Moreira perguntando a quem comemora o PIB: você come PIB? Claro que ninguém come PIB, mas o seu crescimento atesta que o país está melhorando e com ele a qualidade de vida de nossa população. A sanha em atacar o presidente chega às raias do absurdo, como as manifestações contra a realização da Copa América no Brasil. Num terrorismo inaceitável dizem que a realização da copa vai fazer explodir os casos da pandemia no Brasil. Estamos realizando a “Sul Americana” com os clubes dos países sul-americanos se encontrando sem nenhuma critica a tal ação. O mesmo ocorre com a competição “Libertadores da América”, com os clubes dos mais variados países se encontrando em jogos de ida e volta. Tudo bem, nenhuma critica. Campeonato brasileiro e Copa do Brasil sendo disputadas ao mesmo tempo, com clubes se encontrando de norte a sul, e tudo bem, mas bastou que o presidente Bolsonaro, atendendo a um pedido da confederação autorizasse a realização da competição “Copa América” em nosso país, que o consórcio de imprensa, que sofre com a falta das polpudas verbas publicitárias, começasse uma campanha terrorista contra a competição com fito de atingir o presidente. Confesso que nunca vi ao longo de minha vida tanto ódio, ódio esse que vai se infiltrando no espirito do nosso povo, semeando raiva, revolta, e um mal-estar generalizado. O nosso povo não merece isso. Ainda agora o senhor presidente fez um pronunciamento à nação para confirmar a transferência da tecnologia para produção da vacina da AstraZeneca no Brasil, livrando-nos da dependência de esperar vir a IFA da China, e colocando o Brasil no seleto grupo de cinco países do mundo, a produzirem a IFA, “Ingrediente farmacêutico ativo”. Afirmou ainda que já atingimos a meta de 100 milhões de doses das vacinas distribuídas aos estados e reafirmou a certeza de vacinar toda a população brasileira até o final do ano. Anunciou que sancionou a nova lei do Pronampe, “O programa nacional de apoio às microempresas e empresas de pequeno porte”, que agora se torna permanente, e com aporte de 25 bilhões de reais, sendo 20% para o segmento de eventos, além de outras medidas alvissareiras. Pois bem, o jornal “O Estado de São Paulo”, traz uma pequena nota dizendo: “Sob panelaço, Bolsonaro fala em imunização total em 2.021”. Quanta pequenez meu Deus! Só eles viram e ouviram tal panelaço. Continuam torcendo contra o Brasil, contra o sucesso do governo, sonhando com a volta da corrupção, do desgoverno e das polpudas verbas publicitárias. Agora, para eles, vale mesmo o quanto pior melhor. Vamos combater esse ódio com a única arma eficiente, espargir amor. Vamos falar do amor a Deus, à Pátria, à família e ao próximo. Vamos combater o ódio com amor e que Deus se apiede do Brasil.
Bom dia, Barretos

Compartilhe: