Ir para o conteúdo

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Artigos

Conversão também significa buscar vida digna para todos

Todos os anos, o tempo do Advento nos ajuda a entrar no espírito de preparação e de expectativa da vinda do Salvador. João Batista é expressão do cuidado de Deus em preparar mentes e corações para a realização das suas promessas. O evangelista Marcos deixa claro que o papel de João é apenas preparar o caminho para alguém maior do que ele.
Assim, chama a atenção a premente exortação do Batista para que nos preparemos. Ele nos ensina que preparar-se não significa forçar situações, mas é pura gratuidade, decidida pela total benevolência do céu. Preparar-nos, naquilo que está dentro das nossas possibilidades, significa descortinar o teto das nossas ambições, e derrubar o muro da autossuficiência, para nos darmos conta da nossa condição de pecadores necessitados de conversão.
A conversão à qual somos chamados tem muito a ver com o exercício da boa vontade e com o empenho nas obras de amor. Assim, qualquer gesto de caridade e qualquer boa ação que realizarmos, em resposta aos variados dramas e apelos de nosso tempo, serão, certamente, formas acertadas de esperar a chegada do Senhor.
Ademais, cumpre-nos sempre amadurecer uma consciência renovada de sermos participantes da obra de salvação de Jesus, a qual passa pela busca da vida digna para todos. À medida que preparamos e percorremos esse caminho, exprimiremos nossa solidariedade ao povo em suas angústias e sofrimentos e seremos para ele vozes proféticas e sinais do amor de Deus, que chama, cura, anima e dá a vida.

Pe. Christian
Dino Batsi, ssp

Compartilhe: