Ir para o conteúdo

domingo, 01 de agosto de 2021

Artigos

Congresso nacional sob nova direção

A eleição dos presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, na segunda-feira, 1º de fevereiro de 2021, fez o Congresso Nacional estar sob nova direção. No Senado, foi eleito o senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG) e na Câmara, o deputado federal Arthur Lira (PP-AL). Foram dois candidatos apoiados pelo presidente Jair Bolsonaro, o que surpreendeu o mundo político, pela capacidade do presidente ter conseguido aliados no comando das casas legislativas. Os adversários criticaram a aproximação de Bolsonaro com o centrão, com acusações de compras de votos, etc., fazendo a política do “toma lá, da cá”, tão criticado pelo presidente durante a campanha eleitoral de 2018. O fato é que essa proximidade com o centrão faz parte também da estratégia de se evitar o impeachment do presidente, além de buscar um pragmatismo político pelo avanço de reformas, principalmente no campo econômico.
Com a pandemia, o Congresso Nacional teve as suas atividades restritas, em 2020, sem que a população pudesse ter acesso aos gabinetes dos deputados, não havendo também sessões presenciais, nem nas comissões específicas. Todo debate ficou reduzido, com prioridade a questões mais voltadas à crise sanitária. Muitos projetos ficaram parados. Daí que agora se espera que o Congresso Nacional retome com mais vigor o ritmo que permitam mais deliberações e encaminhamentos, apesar de novas ondas da pandemia fazerem as autoridades públicas estarem vigilantes e manterem ainda muitas medidas preventivas. Espera-se também que a maior parte da população seja imunizada, com as vacinas disponíveis. Mesmo assim há expectativa de que os trabalhos do Congresso Nacional sejam retomados com mais intensidade, inclusive com atividades presenciais, respeitando os protocolos de distanciamento social, etc.
Que a nova direção da Câmara dos Deputados e do Senado Federal possam trabalhar com mais harmonia, evitando os desgastes de uma polarização política e ideológica que pouco acrescentam ao momento em que vivemos. Precisamos de decisões acertadas, para fazer o Brasil superar a crise. Ainda não sabemos o impacto dos efeitos da pandemia na economia e na sociedade, por isso é preciso que haja um trabalho mais comprometido com as soluções necessárias, para atender as novas demandas existentes. Esperamos assim que o Brasil consiga obter melhores resultados, retomando assim o crescimento econômico, com a garantia dos direitos civis e sociais.

Valmor Bolan é Doutor em Sociologia. Professor da Unisa. Ex-reitor e Dirigente (hoje membro honorário) do Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras.

Compartilhe: