Ir para o conteúdo

quarta-feira, 08 de dezembro de 2021

Artigos

Concurso do Banco do Brasil foi o mais disputado na história do país, o que isso significa?

Com mais de 1,6 milhões de candidatos para preencher apenas 4.480 vagas, o concurso de 2021 do Banco do Brasil já é considerado o maior da história, superando o concurso realizado pela Caixa Econômica Federal em 2014, que obteve 1.156.744 milhões de inscritos na época. Observando estes números, é nítida a vasta disposição e desejo das pessoas para prestar um concurso público, mas porque isso acontece? Por que os concursos são tão desejados pelos brasileiros?
Apesar de 48% dos candidatos não terem comparecido à prova, o número de inscritos é o reflexo de uma realidade de desemprego extremamente preocupante, e a busca por uma estabilidade pode ser a resposta para o alto índice de inscrições. O período conturbado potencializado pela pandemia desperta a ânsia para prestar a prova na busca de dias melhores e uma progressão de carreira. De acordo com os dados divulgados em julho pelo Instituto Brasileiro de Geografia (IBGE), a taxa de desemprego alcançou o percentual 14,6% no trimestre encerrado em maio, atingindo 14,8 milhões de brasileiros, segundo maior pico na série histórica.
Além do contexto trazido pela pandemia e da estabilidade que um concurso traz para a carreira, as posições oferecidas pelo Banco do Brasil são atrativas. Trabalhar seis horas por dia, cinco dias por semana, além de outros benefícios com certeza chamam atenção. Além disso, se tornar colaborador em um banco reconhecido é uma ótima oportunidade de progressão para a carreira. Para se ter uma ideia, a profissão de bancário é uma das posições mais desejadas no mundo, estando entre as 38 mais procuradas em 2020, segundo levantamento feito pelo PageGroup, empresa mundial especializada em recrutamento.
A estabilidade é um elemento importante na análise, mas seria injustiça atribuir esta alta adesão apenas a este fato. Historicamente, o Brasil é um país que investe muito em concursos públicos, o que enraizou nos brasileiros o costume de estar atento às oportunidades abertas, de prestar concursos, e avisar familiares e amigos sobre concursos abertos. O primeiro concurso público nacional do Brasil aconteceu em 1937, cinco mil candidatos concorreram para vagas no Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Industriários, para a época, já era um número bastante expressivo.
A delonga para a abertura de concursos públicos a nível nacional nos últimos anos também pode explicar a tamanha adesão de inscritos no concurso do Banco do Brasil, sendo possível concluir, então, que o brasileiro está apegado às oportunidades abertas.
Não haverá surpresa se houver outro concurso que supere o do Banco do Brasil nos próximos anos. Ser aprovado em um concurso, para o brasileiro, é sinônimo de estabilidade, benefícios e progresso. E ter a chance de conquistar essas três vantagens em um cenário de desemprego não é nada mal.

Jefferson Rodrigues é Head of Education do Qconcursos, maior edtech do Brasil, com mais de 18 milhões de estudantes cadastrados.

Compartilhe: