Ir para o conteúdo

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Artigos

Comunidade celebra o Dia de Santa Luzia

A comunidade Santa Luzia, que pertence à Paróquia Bom Jesus, celebra hoje o dia de sua padroeira, Santa Luzia. A capela dedicada à patrona ficará aberta a partir das 8h, e durante todo o dia os devotos poderão fazer suas orações e pedidos de intercessão.

Às 19h será realizada pelas ruas do bairro a procissão com a imagem de Santa Luzia, e em seguida o bispo diocesano, Dom Milton Kenan Júnior, presidirá a santa missa. Logo após a Eucaristia a comunidade realiza o último dia da quermesse. A capela está localizada na esquina da Rua 16 com a Avenida 61, no bairro Jockey Club.

Luzia nasceu na Itália, no final do século III, numa família rica e devota, tanto que ela fez um voto de viver a virgindade perpétua. Mas, com a morte do pai, Luzia soube que sua mãe a queria casada com um jovem de distinta família, porém, pagão. Ao pedir um tempo para o discernimento e tendo a mãe gravemente enferma, ela inspiradamente propôs à mãe que fossem em romaria ao túmulo da mártir Santa Águeda, e que a cura da grave doença seria a confirmação do "não" para o casamento. Milagrosamente, foi o que e ela voltou para casa com a certeza da vontade de Deus quanto à virgindade e quanto aos sofrimentos pelos quais passaria.

Luzia vendeu tudo, deu aos pobres, e logo foi acusada pelo jovem que a queria como esposa. Não querendo oferecer sacrifício aos falsos deuses nem quebrar o seu santo voto, ela teve que enfrentar as autoridades perseguidoras. Quis o prefeito da cidade levar à desonra a virgem cristã, mas não houve força humana que a pudesse arrastar. Firme como um monte de granito, várias juntas de bois não foram capazes de a levar. As chamas do fogo também se mostravam impotentes diante dela, até que por fim foi decapitada no ano de 303. Conta-se que antes de sua morte teriam arrancado os seus olhos.

 

Compartilhe: