Ir para o conteúdo

terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

Artigos

Como se comportar nos tempos ruins e nas tempestades

“Por que sois tão medrosos? Ainda não tendes fé?” (Mc 4,40)
São as perguntas que Jesus fez aos doze escolhidos, quando se encontravam na barca, atravessando o “mar” da Galileia, à madrugada, enquanto uma pavorosa tempestade ameaçava afundá-los todos… enquanto Jesus dormia tranquilo sobre um travesseiro. Acordado, ele manda a tempestade parar, e ela obedece na hora, e aí chama a atenção deles.
Esse puxão de orelhas também é para nós, que durante a vida toda vivemos cheios de medos e mais medos enquanto atravessamos o perigoso mar da existência terrena, mesmo estando com Jesus na barca da Igreja. Às vezes pensamos que não vamos dar conta de terminar a travessia e vamos afundar junto com a nossa mãe Igreja. Para muitos, parece que Jesus ainda está dormindo no túmulo, ou na glória dos céus, indiferente para conosco, e cada um que se vire.
Lembremo-nos também do Salmo 26: “O Senhor é minha luz e salvação. De quem eu terei medo? O Senhor é a proteção da minha vida; perante quem eu tremerei?” – Este Salmo todo deveria ficar em nossos celulares, e quem sabe para até rezá-lo diariamente. Porque, se Jesus nos questiona a respeito de nossa fé, não é pra ficarmos desapontados com a sua aparente indiferença, mas para provar qual o tamanho da confiança que nele depositamos.
Ao voltar fisicamente para os céus, na Ascensão, Jesus diz: “Eis que eu estou convosco todos os dias, até o fim dos tempos” (Mt 28,20). Ele diz “estou”, e não “estarei”. É o tempo presente, não é uma promessa pro futuro. Ele “está” conosco.
Jesus, Deus feito Homem, é o esposo que morreu de amor pela sua Esposa, a Igreja, que é você, que somos nós. A Igreja é simbolizada pela Barca, onde Jesus se encontra, tranquilo, porque nos salva, é capaz de parar tempestades e acalmar o mar bravio que nos cerca, que quer nos derrubar, mas jamais conseguirá.
É sim uma questão de Fé. A fé exige Confiança. Jesus = Deus salva.

Compartilhe: