sábado, 28 de novembro de 2020

Artigos

Como estamos vivendo o perdão?

É bem conhecida de cada um de nós a passagem em que Pedro pergunta a Jesus quantas vezes devemos perdoar nossos irmãos e irmãs. O Cristo responde no âmbito da plenitude: setenta vezes sete!
Mas como é difícil perdoar sempre. Infelizmente ainda estamos muito longe dessa plenitude que Deus nos pede. Facilmente nos iramos, nos irritamos com as outras pessoas, e normalmente acusamos, blasfemamos e falamos coisas que não são do agrado do Senhor e, principalmente, não perdoamos aqueles que precisam do nosso perdão.
O maior exemplo que devemos ter é do próprio Deus. Ele é chamado, conhecido como um Deus de amor, de Misericórdia, de perdão. Quantas vezes Deus perdoa nossas faltas infelizmente quase que cotidianas, e nós, como estamos?
Hoje, o Senhor nos questiona sobre as magoas que carregamos ao longo da vida. Questiona também aqueles que dizem que nunca perdoarão, e nos questiona também sobre nossa atitude quando dizemos que temos ódio por alguém, ou pior ainda, quando dizemos que perdoamos alguém mas guardamos ainda barreiras e ressentimentos.
Pode até parecer difícil, mas perdoar é esquecer de fato, é deixar para trás aquilo que um dia nos fez mal para abraçar algo novo que Deus tem para cada um de nós!

Diácono Pedro Henrique Lopes
Paróquia São Miguel Arcanjo – Miguelópolis

Compartilhe: