sexta-feira, 23 de outubro de 2020

Artigos

CHEGA DE CONVERSA

Bom Dia Barretos.

A nossa população já esta cansada de ser bombardeada com: Fica em casa ou vá trabalhar, prorroga ou não a quarentena, toma ou não cloroquina, agora também Anita.
Propõem consultas online como se isso fosse possível, quanto muito, para mim, consulta online, é só uma troca de opinião. Estamos navegando sem rumo, sem uma palavra sensata, sem uma voz de comando. A atitude de alguns governadores procurando se cacifarem para a futura disputa da presidência da república, só serve para embaralhar ainda mais a cabeça do cidadão. Claro que o melhor seria não trocar o ministro da saúde em plena pandemia, mas sua atitude procurando se aliar aos que tramam o impedimento do presidente, não deixou outra alternativa, que não a sua simples demissão. Demissão de quem, por vaidade, ou fazendo o jogo dos adversários, o confrontou publicamente, justamente quem o havia nomeado, e em quem confiava, mas que o ministro resolveu trair desavergonhadamente.
Com tudo isso, a cabeça do cidadão fica a mil. Em quem acreditar, que rumo seguir neste cipoal de condutas baseadas, na maioria das vezes, não no interesse público, mas sim em interesses políticos momentâneos. Se me permitirem meter a colher de pau nesse mingau, diria simplesmente, se protejam, lavem as mãos com frequência, usem álcool gel, usem mascaras, mas continuem vivendo, porque a vida não para esperando a epidemia passar.
Profissionais liberais, autônomos e diaristas estão sentindo, com mais intensidade, o efeito dessa quarentena continuada. Apesar de grande parte dos prefeitos, atendendo o apelo popular, proporem amainar a quarentena em seus municípios, o governo de São Paulo, achou por bem prorrogá-la até 10 de maio, portanto quase um mês, alegando basear na ciência, mas para mim, creio que é pelo simples fato de se opor ao pensamento do governo federal.
Chega, basta de embaralhar saúde da população com interesses políticos eleitoras. Viver é importante, ter saúde também o é, mas viver necessita de dinheiro e dinheiro exige trabalho, portanto vamos nos cuidar e, com os devidos cuidados, retornar às nossas atividades normais.

Bom Dia Barretos.

Compartilhe: