quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Artigos

Check-up anual ajuda a prevenir doenças silenciosas

Especialista explica quais são os principais exames que devem ser feitos e lista 7 perguntas e respostas sobre diagnósticos

Um dos desejos de Ano Novo é ter saúde para desfrutar de muitos e muitos anos de vida pela frente. Para isso, é fundamental fazer uma visita ao médico e agendar um check-up completo. Entre as especialidades que não podem ficar de fora, a urologia é responsável por diversos aspectos, em especial na saúde masculina.
Muitas doenças podem ser prevenidas ou diagnosticadas precocemente ao fazer o um check-up anual. O câncer de próstata, por exemplo, pode começar de forma silenciosa, mas é potencialmente letal.
Outra doença silenciosa, que pode acometer homens e mulheres, é o câncer de rim. A grande maioria dos casos é detectada por exames de imagens, como ultrassonografia, tomografia e ressonância magnética, indicados por outros motivos. Quando existem sintomas os mais frequentes são o sangramento urinário, dor lombar e massa palpável no abdômen (quando o tumor é muito grande).
Como a prevenção ainda é a melhor maneira de se cuidar, veja os principais pontos sobre a realização de exames de rotina.
1) Quais são os principais objetivos para a realização dos exames anuais?
A prevenção de desenvolvimento de doenças através das medidas de orientação, detecção de doenças precoces graves com possibilidade de cura e melhorar a qualidade de vida por meio de bons hábitos.
2) Qual idade é recomendada para o início dos exames?
Sempre recomendamos que checkups sejam feitos todos os anos, principalmente para verificar condições de exames básicos, como colesterol, triglicerídeos e dosagens hormonais. A partir dos 40 anos a atenção deve ser ainda maior, pois começa a aumentar o aparecimento de doenças cardiovasculares e degenerativas.
3) Como a frequência do checkup é estabelecida?
Deve ser estabelecida pelo médico que está acompanhando o paciente, a frequência varia de acordo com o estado de saúde da pessoa. No entanto, pessoas com bom histórico de saúde podem realizar exames anuais.
4) Quais são os exames mais comuns e sua função?
-Hemograma: exame de sangue para avaliar para identificar possíveis alterações, como infecções, anemia e leucemia;
-Pressão arterial: faz o acompanhamento da hipertensão arterial;
-Exame de urina: avaliar o funcionamento dos rins e detectar possíveis infecções no trato urinário;
-Exame de fezes: analisa as funções digestivas;
-Colesterol total e frações: calcula o risco de entupimentos nas artérias e doenças cardiovasculares;
-Glicemia em jejum: exame de sangue que mede a taxa de glicose na circulação sanguínea;
5) Além do check-up, o que é necessário fazer?
É preciso manter uma alimentação regrada e fazer atividades físicas para garantir uma vida saudável. A mudança de hábitos pode ser considerada uma forma de prevenção para evitar o desenvolvimento de uma doença.
6) Quando tratamos de doenças nos aparelhos genitais, quais são as principais diferenças e exames?
A variação vai de acordo com o sexo, as mulheres são atendidas pelo ginecologista e os homens pelo urologista.
Após a obtenção da história clínica e do exame físico detalhado, incluindo o toque vaginal para as mulheres e o toque retal para ambos os sexos, são solicitados os seguintes exames:
-Urina e creatinina: avaliam doenças renais;
-PSA (Antígeno Prostático Específico): este em especial é realizado para em homens na avaliação das doenças da próstata;
-Ultrassonografias: abdômen; de próstata (homens) e pélvico (para avaliação de útero e ovários em mulheres).
7) Quais são os fatores que levam os homens a cuidar menos da saúde do que as mulheres?
O trabalho excessivo e falta de tempo, a falta de costume de fazer prevenção, além do receio de detecção de doença como sinal de fraqueza. É preciso quebrar estes paradigmas para ter uma vida mais saudável.

Dr. Marcos Tobias Machado. Professor do setor de uro-oncologia da FMABC (Faculdade de Medicina do ABC) e responsável pelo setor de cirurgia robótica urológica no Hospital Brasil e rede D’Or.

Compartilhe: