quinta-feira, 26 de novembro de 2020

Artigos

Bispos do Regional Sul 1 realizam Assembleia virtual

Os bispos das dioceses e arquidioceses do Estado de São Paulo reuniram-se, por videoconferência, no dia 14 de outubro, memória de Santa Teresa de Ávila, para a 83ª Assembleia dos Bispos do Regional Sul 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, a qual, em razão da pandemia do novo coronavírus precisou ser realizada nessa modalidade.
Foram tratadas questões pastorais e administrativas. No início, Dom Pedro Luiz Stringhini, presidente do Regional, dirigiu a oração e deu início à reunião, acolhendo Dom Ângelo Ademir Mezzari, novo bispo auxiliar da Arquidiocese de São Paulo.
O tema central da reunião – “Diretrizes para a Formação dos Presbíteros da Igreja no Brasil” (CNBB, Doc. 110) – foi apresentado, com a profundidade e a seriedade que esse assunto exige, por Dom José Roberto Palau, bispo diocesano de Limeira. A exposição sobre aspectos da conjuntura social e política do Brasil foi feita pelo assessor político da CNBB, Pe. Paulo Renato de Campos. No panorama que apresentou, destacou a complexidade sociopolítica do momento e a relevância da atuação da CNBB no desafiador cenário nacional. Após essas duas intervenções, houve tempo para os bispos se manifestarem.
Dom Paulo Cezar Costa, bispo diocesano de São Carlos, fez um comunicado sobre o processo de revisão dos Estatutos da CNBB. Dom Edmilson Amador Caetano, vice-presidente, complementou as informações sobre o Estatuto e encaminhou os trabalhos no Regional. Dom José Negri informou sobre o Congresso Internacional de Proteção de Menores.
Dom Luiz Carlos Dias, secretário do Regional, apresentou relatório sobre a Missão Ad Gentes, que o Regional realiza, há 25 anos, no Regional Norte 1 (no Amazonas) e, desde 2017 na África (Diocese de Pemba, Moçambique). Ele ressaltou a importância da contribuição financeira provinda das Dioceses, pois são esses os recursos para as manter a missão do Regional em Moçambique e no Amazonas.
Dom Pedro Luiz Stringhini, presidente do Regional, avaliou que a reunião foi positiva, considerando a pertinência dos temas tratados, a riqueza da partilha entre os bispos e o momento forte de comunhão e unidade que esses encontros representam. Houve boa participação, significativa presença e rico conteúdo apresentado.
Fonte: CNBB Sul 1

Compartilhe: