Ir para o conteúdo

terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

Artigos

Atmosfera pesada

Bom dia, Barretos!
Estamos vivendo no Brasil de hoje, um clima pesado onde as pessoas estão mais preocupadas em destruir que em construir. O ódio e o rancor correm à solta, e com isso as pessoas vão ficando cada vez mais arredias, preocupadas apenas consigo mesmas, enquanto o relacionamento vai se deteriorando.
O medo está a impedir as pessoas se manifestarem, temendo as consequências. A economia sofre, o desemprego começa a rodar e os empresários como medo de investirem. O clima é o pior possível, se assemelhando ao clima de países totalitários onde se pode ter um só lado e um só pensamento, para não se tornar alvo de represarias. Até a religião começa a ficar comprometida.
Você não pode divergir nem externar sua opinião. Esta atmosfera vai contra o espirito do brasileiro, aberto, brincalhão e acostumado a fazer piada até com a adversidade. Esse clima ultrapassou a política e o medo foi entranhando a ponto de não mais se poder brincar nem com um amigo, sob pena de ser enquadrado em algum tipo de infração.
O medo está estampado nas pessoas, que estão com medo do que está por vir lembrando passado em países totalitários onde existe só uma lei, a lei determinada pelos detentores do poder. A liberdade começa a bater asas e se afastar de nós sem que nada possamos fazer. O Congresso que parecia mostrar independência começa a ser cooptado com liberação maciça de emendas em alguns bilhões de reais. Ficamos na mão de Deus, única saída para os sofrimentos que se aproximam.
Ainda espero que uma parte do Congresso se posicione pela continuação da vida democrática em nosso país.
A esperança é a última que morre, por isso vamos reforçar nossa esperança por uma solução democrática.
Bom dia, Barretos.

Compartilhe: