Ir para o conteúdo

segunda-feira, 22 de abril de 2024

Artigos

Assunção de Nossa Senhora aos céus em corpo e alma

No Brasil, a maioria das Dioceses e Paróquias celebra a Assunção de Nossa Senhora aos céus em corpo e alma no domingo seguinte ao 15 de agosto. “Pronunciamos, declaramos e definimos ser dogma dignamente revelado, que a Imaculada Mãe de Deus e sempre Virgem Maria, terminando o curso de sua vida terrestre, foi assunta em corpo e alma à glória celestial”. (Constituição apostólica “Munificentissimus Deus” (M.D DE Pio XII – primeiro de Novembro de 1950).
Entende-se por Assunção a glorificação corporal antecipada da Santíssima Virgem, em razão dos méritos do seu Filho Jesus Cristo. Assim, enquanto dizemos que Jesus ascendeu aos céus, sobre Maria é certo que esta foi assunta ao Céu, de Corpo e Alma, porque Jesus subiu aos céus por virtude própria, enquanto Maria foi assunta aos céus, pelas virtudes e méritos de Jesus. Ela foi assim, levada, não tendo subido por si. Diz-se glorificação antecipada porque a glorificação corporal das criaturas é prevista apenas para o fim dos tempos, enquanto que com Maria ela aconteceu antecipadamente.
“A minha alma engrandece o Senhor, e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador, porque olhou para a humildade de sua serva. Doravante todas as gerações me chamarão bem-aventurada, porque o Todo-poderoso fez grandes coisas em meu favor”.

 

 

www.diocesedebarretos.com.br / comunicacao@diocesedebarretos.com.br

Compartilhe: