Ir para o conteúdo

quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Artigos

As razões de Irmã Lúcia para não deixar de rezar o Terço diariamente

Por que rezar o Terço todos os dias? Quais são os benefícios para os fiéis em sua vida diária? A Irmã Lucia dos Santos, uma das três videntes de Fátima, deu várias razões que respondem a estas perguntas em um livro publicado em 2002.
Trata-se do livro “Apelos da Mensagem de Fátima”, escrito pela Serva de Deus falecida em 2005. Nesta obra, recorda que a Mãe de Deus fez este convite a partir da sua primeira aparição em Fátima (Portugal), em 13 de maio de 1917. “Rezem o terço todos os dias, para alcançarem a paz no mundo e o fim da guerra”, encorajou a Virgem Maria em sua mensagem inicial. A seguir, as razões de Irmã Lúcia compartilhadas por ‘National Catholic Register’, e divulgadas pela ACI Digital:
1. Adapta-se às possibilidades de cada um: A Irmã Lúcia diz que Deus é um Pai que “se adapta às necessidades e possibilidades dos seus filhos”, porque “se Deus, por meio de Nossa Senhora, nos tivesse pedido para irmos todos os dias participar e comungar na Santa Missa, certamente haveria muitos a dizerem, com justo motivo, que não lhes era possível”. Entretanto, a Serva de Deus afirma: “Rezar o Terço é acessível a todos, pobres e ricos, sábios e ignorantes, grandes e pequenos”, em qualquer lugar, comunitariamente ou sozinhos e em diferentes momentos.
2. Coloca-nos em contato familiar com Deus: Irmã Lúcia indica que esta oração serve “para entrar em contato com Deus, agradecer os Seus benefícios e pedir-lhe as graças de que necessitamos”. “É a oração que nos leva ao encontro familiar com Deus, como o filho que vai ter com o seu pai para lhe agradecer os benefícios recebidos, tratar com ele os seus assuntos particulares, receber a sua orientação, a sua ajuda, o seu apoio e a sua bênção”, acrescentou.
3. É a oração mais agradável que podemos recitar depois da Missa: Irmã Lúcia afirma que depois da Santa Missa, rezar o Terço – levando em consideração a sua origem, as orações que contém e os mistérios que se meditam – “é a oração mais agradável que podemos oferecer a Deus e de maior proveito para as nossas almas”.
“Se não fosse assim, Nossa Senhora não teria recomendado isso com tanta insistência”, sublinhou.
4. As contas do Terço nos ajudam a cumprir os nossos oferecimentos diários: Irmã Lúcia responde qualquer inquietude sobre o número de orações no Terço, esclarecendo que “precisamos contar, para termos a consciência viva e certa dos nossos atos e sabermos com clareza se temos ou não cumprido o que nos propusemos a oferecer a Deus cada dia, para preservarmos e aumentar o nosso trato de direta convivência com Deus, e, por esse meio, conservarmos e aumentarmos em nós a fé, a esperança e a caridade”.
5. Ajuda a receber melhor a Eucaristia: Em seu livro, a vidente de Fátima assegura que o Terço pode ser considerado “uma forma de preparar-se melhor para participar da Eucaristia, ou então como uma ação de graças”, depois de receber o Corpo de Cristo.
Ela acrescenta que, embora possam usar muitas orações excelentes para se preparar para receber Jesus na Eucaristia e preservar a nossa relação íntima com Deus, não acredita que há “uma oração mais apropriada para as pessoas em geral do que a oração dos cinco ou quinze Mistérios do Rosário”.
6. Preserva as virtudes teologais: “Deus e Nossa Senhora sabem melhor do que ninguém aquilo que mais nos convém e de que temos mais necessidade. Além disso, o Terço será um meio poderoso para nos ajudar a conservar a fé, a esperança e a caridade”, sublinhou Irmã Lúcia.
7. Impede cair no materialismo: Irmã Lúcia vai direto ao ponto e assegura que “aqueles que abandonam a oração do Terço e não tomam diariamente parte no Santo Sacrifício da Missa, nada têm que os sustente, acabando por se perderem no materialismo da vida terrena”.

Compartilhe: