Ir para o conteúdo

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Artigos

As Diferenças Sexuais

As identidades de gênero e as orientações sexuais ainda são pouco assimiladas pela sociedade, muitos acham que não há distinção entre os travestis, os transexuais e os homossexuais o que é um equivoco, pois nenhum desses grupos tem relação entre si, apenas o preconceito se enquadra em uma ligação entre eles. Existe ainda uma confusão quando ao relacioná-los, para entender melhor a diferença é necessário explicar todos os conceitos:
A Homosexualidade se enquadra numa orientação homossexual ou seja pessoas que sentem de atração sexual por pessoas do mesmo sexo biológico que o seu;
O Travestismo são pessoas que não tem somente uma identidade, somente feminina ou masculina, eles se identificam com ambas, ora se sentem mais femininos, ora mais masculinos, eles adaptam seus corpos para alcançar o máximo possível a outra metade que lhes falta, por meio de cirurgias plásticas e/ou vestimentas, e se sentem completos sendo homem e mulher ao mesmo tempo;
Já na transexualidade o individuo sofre do que os psicólogos chamam hoje de transtorno de identidade de gênero, uma identificação pessoal como se seu corpo não correspondesse a seu “verdadeiro” sexo, um desconforto e uma não aceitação do seu sexo anatômico natural, seguido de um repúdio pela sua genitália e de um desejo expresso de eliminá-la ou readequá-la a seu sexo psíquico. Mas a transexualidade se enquadra melhor na definição de uma nova identidade de gênero.
Na orientação sexual as pessoas aceitam seu sexo biológico e convivem em harmonia com seu corpo, o que difere uma das outras são os gêneros que lhe agradam sexualmente, mas sua identidade de gênero não é questionada. Já a identidade de gênero se define pela vivência interna e individual de cada pessoa, a qual pode corresponder ou não com seu sexo biológico atribuído após o nascimento. Essa identidade se refere ao gênero que a pessoa se identifica se como mulher ou homem, (de acordo com suas genitálias), se como uma dupla identidade, (como nos travestis), ou ainda como do sexo oposto ao que pertence, (como no caso dos transexuais).
 
Jéssica Pereira do Nascimento, Membro da Comissão de Combate a Discriminação Sexual e Racial da OAB/Barretos.

Compartilhe: