quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Artigos

A arte da paciência

Praticar a paciência na era do imediatismo já é um desafio por si só. São muitos desejos e sonhos a serem realizados, mas no meio do caminho tem a realidade. A satisfação precisa ser adiada por certos empecilhos, ou simplesmente pelo fato da semeadura necessitar de tempo mesmo para a colheita. Trabalhar por um objetivo se torna motivador, desde que saibamos do superpoder de fazer um pouco a cada dia.
Aprender a esperar, sem estacionar ou desistir. Esse aprendizado precisa ser iniciado já na infância. Tolerar as frustrações, aguardar produzindo. Se você faz com amor e dedicação os frutos certamente virão. Em que momento? É difícil precisar….pode demorar mais ou menos. Percebo que quanto mais nos sentimos capaz, mais rápido alcançamos os nossos objetivos.
A arte de praticar a paciência requer equilibrar a nossa metade calmaria com a metade furacão. Ter um desejo imenso, querer muito, correr atrás, criar oportunidade, pensar com otimismo e acreditar no propósito. Por outro lado, manter a tranquilidade interna, saber que a construção demanda um período.
Se no meio do caminho o desânimo e a desmotivação aparecerem, compreenda que faz parte do processo também. Não somos fortes o tempo todo. Só não deixe esses sentimentos permanecerem. Lembre-se do plano inicial, da estrada a ser percorrida e da satisfação pelo resultado final. Foco, força e fé!!! Três palavrinhas com peso gigante. Você vai conseguir!!

Claudia Malfatti é psicóloga clínica, jornalista e especialista em saúde mental

Compartilhe: