Ir para o conteúdo

quarta-feira, 19 de março de 2014

Artigos

ANIMO, DIANTE DOS IMPREVISTOS!

Quanto mais profundas, no meio da terra forem introduzidas as barras de ferro, em meio às pedras e ao cimento, mais forte serão os alicerces das edificações. Quanto mais mergulhados na terra, esses alicerces, menos serão vistos da superfície onde vivemos.
Quanto mais profundo e ignorado pelo mundo, for o sofrimento de um homem, quanto maior o seu calvário – provocado pela tormenta do pecado, pela ausência de alguém querido, pela dor física ou moral que o consome – mais valoroso se tornará o seu interior.
Não tenhamos medo do que nos fere e até nos derruba. Através desses reveres, que chegam a abalar todas as nossas estruturas, mas não conseguem destruí-las, nos tornamos homens e mulheres amadurecidos na fé e testemunhas de uma amor a Deus, que é de confiança total, plena, que nos resgatará – quando menos esperarmos – para uma vida rica da paz, da tranqüilidade e do amor do próprio Deus.
O Senhor garante para todos nós, uma vida feliz, ainda agora. Animemos-nos diante dos imprevistos diários, pois eles poderão apressar para nós essa vida, plena das graças de Deus.

Compartilhe: