sábado, 28 de novembro de 2020

Artigos

Agosto: mês de rezar e refletir sobre as vocações

Vivenciando o mês de agosto, a Igreja convida a todos os fiéis para que se dediquem a rezar e contemplar todas vocações, fruto do amor de Deus que nos chama pela sua graça, para que sejamos felizes e realizados segundo a missão que a cada um lhe compete.
Ao se tratar dos carismas vocacionais existentes os encontramos classificadas em três grupos: 1. Vocação Matrimonial ou laical, 2. Vocação Sacerdotal, 3. Vocação Religiosa. Todas essas categorias somam-se segundo a realidade instituída a favor do reino de Deus, através da edificação de seu projeto de amor e doação a todos.
Assim é possível compreender o significado da palavra vocação. Ela significa “chamado”. E o nosso primeiro chamado foi o chamado à vida, e a partir dela fomos cumulados de muitos dons, talentos e carismas.
Deste modo, somos chamados ainda a discernir e responder ao projeto de Deus para nossa vida. E assim, por extensão, a realidade vocacional nos coloca diante do “chamado” de Deus que nos conhece por inteiro, e a nossa “resposta” livre e coerente diante de nossa missão.
Diante desta realidade, passamos a compreender o quanto o discernimento vocacional é necessário e faz parte da essência humana, pois todos nós fomos chamados e cumulados de muitos dons. A incerteza vocacional poderá nos deixar sem rumo e frustrados. O discernimento coerente e eficaz nos completará e nos fará felizes diariamente, mesmo diante das dificuldades, pois o Senhor nos sustenta.
Especialmente neste mês vocacional, rezemos pelas vocações, e nos esforcemos para encontrarmos o nosso lugar, onde Deus nos chamou. Como diz uma frase vocacional: “Vocação acertada é futuro feliz”.

Daniel Canevarollo
Seminarista

Compartilhe: