Ir para o conteúdo

quinta-feira, 18 de abril de 2024

Artigos

Adubo: um bom aliado para as plantas

Você tem alguma restrição em usar fertilizantes? Você já ouviu muitas vezes sobre as consequências negativas dos fertilizantes? Você conhece o motivo de usar fertilizante? Você sabe qual tipo de fertilizante devemos usar?
O primeiro ponto a ser esclarecido é o fato de que as plantas retiram do solo os nutrientes de que precisam para viver, se desenvolver e produzir. De maneira geral, as áreas propícias para a agricultura estão reduzindo à medida que as cidades e populações crescem. Nesta condição, fica difícil para os agricultores procurarem constantemente novas terras para que possam exercer sua função de produzir alimento. Perante esta situação, para o agricultor parece, portanto, essencial encontrar uma solução que permita explorar o mesmo solo, sendo que esse solo já não fornece os nutrientes necessários às plantas. Os fertilizantes, portanto, intervêm a este nível. Graças aos nutrientes contidos nos fertilizantes, o solo se beneficia dos recursos necessários para permitir o bom desenvolvimento e crescimento das plantas.
Assim como os humanos precisam de água e comida para viver, as plantas precisam de certos nutrientes básicos para viver e crescer. Estes são principalmente nitrogênio, fósforo e potássio, cálcio, magnésio e enxofre. Quando colhemos, extraímos do solo uma quantidade considerável de cada um desses elementos. Isso resulta em empobrecimento do solo. Assim, as novas sementes que serão semeadas não se beneficiarão de nutrientes suficientes para se desenvolver. Portanto, é necessário fornecer-lhes o que precisam para crescer.
As necessidades da planta evoluem durante o seu desenvolvimento. Nas fases em que são necessários, os elementos minerais devem poder ser absorvidos pela planta no solo. Eles devem estar disponíveis em quantidades suficientes e em uma forma disponível. Se os elementos não estiverem disponíveis quando necessário, o crescimento da planta será limitado e o rendimento final menor.
Daí a necessidade de usar fertilizantes. Os fertilizantes vêm em vários tipos. Mas, eles são compostos principalmente de Nitrogênio (N), Fósforo (P) e Potássio (K). Esses três elementos que formam a sigla NPK, geralmente presentes nas embalagens de fertilizantes, são os nutrientes básicos das plantas. Ao fornecer fertilizantes, você garante que suas plantas tenham o necessário para crescer adequadamente.
Estamos todos conscientes da redução progressiva das terras aráveis e a necessidade de produzir alimento para a crescente população mundial. Os agricultores, portanto, preocupados em obter sua produção, buscarão meios para atingir esse objetivo. E o que melhor do que fertilizantes para ajudá-lo a aumentar o rendimento de suas plantas e aumentar sua produção!? De fato, cada elemento básico presente no fertilizante tem um efeito positivo imediato na planta.
O nitrogênio permite que a planta produza ácidos nucléicos e aminoácidos em quantidade e em uma taxa aumentada, bem como a síntese de proteínas e clorofila para permitir que a planta cresça mais rapidamente. O fósforo fortalece a resistência das plantas e contribui para o desenvolvimento das raízes. O potássio ajuda a promover a floração e o desenvolvimento dos frutos.
Como você deve ter entendido, cada um desses elementos tem um impacto significativo no crescimento e rendimento das plantas.
Em resumo, diríamos que o uso de fertilizantes requer saber de antemão por que você está fazendo isso. É por isso que você escolhe o seu fertilizante. É claro que os fertilizantes podem ter efeitos negativos no meio ambiente se não forem bem utilizados. Portanto, recomendamos fazer bom uso deles e usá-los com responsabilidade. Além disso, é necessário recorrer a um agrônomo ou a um especialista em fertilizantes quando quiser utilizá-los em suas plantas. Ele saberá dizer que tipo de adubo usar e em que proporção.

 

 

Valter Casarin é coordenador
geral e científico da
NPV – Nutrientes para a Vida

Compartilhe: