Ir para o conteúdo

quinta-feira, 07 de novembro de 2013

Artigos

A vida verdadeira

Se quisermos ter, verdadeiramente, uma vida espiritual, que nos traga  alegria interior, serenidade nas nossas atitudes, paz, indiferença às futilidades da grande maioria da humanidade, deveremos nos identificar mais com Jesus Cristo, conhecendo-o, o mais possível, conhecendo como Ele agiu nas variadas circunstâncias de Sua vida, que são circunstâncias com as quais nós nos deparamos a todo instante.
Hoje, eu, você, que é um cristão igual a mim ou muitíssimo melhor cumpridor dos preceitos que devem nortear a vida cristã, ficamos estarrecidos com o poder do mal em todas as camadas da sociedade…. descasos totais de filhos (filhas) com seus pais, muitas vezes doentes e idosos, abandono de recém nascidos pelas próprias mães na miséria de um lugar imundo, estupros dentro dos próprios “lares”,  covardes espancamentos de companheiras, e muita coisa mais… e no meio daqueles que se julgam pertencer a uma sociedade “diferenciada”…(os da alta sociedade!)…  aí é que a coisa pega fogo… troca de casais para “experiências sexuais”, intensa mudança de parceiras e parceiros – num verdadeiro rodízio do que chamam de “casamento” …falsidade de postura perante “seus iguais”, inveja, trapaça, roubalheira desenfreada, bem… vamos parar por aqui!  
Para poder viver, e viver bem, neste mundo pervertido, só recorrendo a Deus, através de Sua Palavra.
Muitos cristãos, hoje , como já aconteceu com tantos outros, com a maior piedade, pegam o Evangelho e meditando sobre cada texto, deixam a Palavra e a Vida de Cristo entrar em  suas próprias almas, purificando-as, para que de algum modo possam influir nos ambientes a que têm acesso, iluminando-os com a luz de Deus, com os seus testemunhos.
Só a luz do Senhor, Sua força, e Seu amor pode limpar, purificar e conduzir os homens todos no caminho reto, rumo a Deus.Animemo-nos!

Compartilhe: