Ir para o conteúdo

segunda-feira, 24 de junho de 2024

Artigos

A VEZ DOS AVÓS

Bom dia, Barretos!
A primeira infância é marcada pela descontração, estripulias e brincadeiras inconsequentes da infância. A fase adulta, pela constituição de uma nova família a busca pelo emprego, pelo ganho a fim de sustentar seu rebanho e muitas vezes o sacrifício de seus momentos de lazer pela produção de resultados. Mas, quando após percorrermos todo o caminho que a vida nos reservou chegamos à terceira idade, essa é marcada pelo amadurecimento, pelas decisões sábias, por nos transformarmos em pessoas que buscam deixar as razões se sobreporem aos impulsos, que na maioria das vezes são intempestivos. Na terceira idade não somos levados pelas palavras fáceis, pela ilusão das promessas que morrem no amanhã, e tomamos nossas decisões baseadas no ensinamento que a vida nos proporcionou. Daí a importância de levarmos nossos avós às urnas no dia 30 porque sua sabedoria será capaz de nos ajudar a salvar o Brasil e nossas famílias da desgraça que a esquerda prepara para nossa pátria. Lamentavelmente na era petista, nossas escolas foram aparelhadas para fazerem uma verdadeira doutrinação de nossos jovens e só a sabedoria de nossos idosos poderá se contrapor nesse momento à pregação esquerdista. Não podemos deixar os desavisados, que acreditam que vão levar para a mesa picanha e cerveja, só porque quem as promete ganhar as eleições, porque na verdade só levamos para casa picanha e cerveja, graças ao nosso trabalho nos empregos que só serão gerados, por uma administração séria e comprometida, com a melhoria das condições de vida de seu povo. Sem trabalho, sem emprego e sem salários justos toda promessa, não passa de uma enganação que nos decepcionará no futuro. O que nosso povo quer é a oportunidade de trabalhar, ganhar o seu dinheiro e comprar o que lhe aprouver.
Vivemos tempos nebulosos onde a justiça eleitoral censura meios de comunicação diz o que podem e não podem divulgar que entra no tempo da propaganda do candidato, tira-lhe espaço e concede ao seu adversário, enfim estamos vivendo o prenúncio do que poderá vigorar se a esquerda ganhar as eleições. Censuraram a TV Jovem Pan pelo crime de falar a verdade sobre Lula, mas deixam a rede Globo falar mal do presidente, dando como se fossem verdadeiras pesquisas que fogem da realidade tentando influenciar os votos dos indecisos. A justiça eleitoral tomou um lado, logo ela que deveria ser isenta porque comanda e julga as eleições brasileiras. Só mesmo as bênçãos de Deus e os votos de nossos avós, e idosos da família, parentes e amigos salvarão o Brasil do desastre. Por isso meus amigos temos apenas uma semana, para buscarmos cada voto que ajudará a garantir nossa liberdade de expressão e a grandeza de nossa pátria. O voto dos idosos serão decisivos. Mãos à obra!
Bom dia, Barretos.

Compartilhe: