terça-feira, 20 de outubro de 2020

Artigos

A quem ouvimos?

Nós católicos estamos vivendo o Tempo Pascal. Período que se estende desde o domingo de Páscoa até a solenidade de Pentecostes. Hoje, celebramos o 4º Domingo da Páscoa em que a Igreja celebra com alegria a imagem de Jesus, Bom Pastor.
No evangelho de São João, 10,1-10, Jesus se apresenta como o Bom Pastor, como aquele que está disposto a dar a vida por suas ovelhas. Este evangelho ganha uma conotação ainda mais apaixonante devido ao momento que estamos vivendo.
Este tempo do isolamento social começa a deixar suas marcas nas pessoas e não apenas materiais como desemprego, miséria e fome, mas também dores psíquicas e emocionais. Como padre, me deparo com inúmeras pessoas que estão com medo do desconhecido, que perdem o sono, que não se alimentam direito, que perderam o rumo. São tantas vozes de morte nos rondando que a tentação de ouvi-las é enorme. Precisamos vencê-las!
Neste Domingo do Bom Pastor devemos perguntar quais as vozes que temos ouvido neste tempo de isolamento social. A voz de Jesus jamais nos causará medo, insegurança ou pavor. Dizemos que temos fé, que acreditamos em Deus, mas isto precisa se transformar em gestos de escuta da voz de Jesus em nosso dia a dia. Escutar Sua voz não é “tapar o sol com a peneira”, fingindo que nada está acontecendo. Pelo contrário, é olhar sim a realidade, mas com os olhos de esperança e de fé. É construir novas possibilidades; é se tornar uma pessoa melhor.
Temos dois caminhos neste tempo difícil. Um é sermos pessimistas e ouvir as vozes da tragédia e da morte. O outro é ouvirmos a voz de Jesus e saber que, apesar de tantas tribulações, Ele está no meio de nós e que não nos abandona. Ouvir a voz de Jesus é buscar se tornar uma pessoa melhor a cada dia.
Para sabermos se estamos ouvindo da voz do Bom Pastor é simples. Basta olharmos nossos gestos, pois eles falam por nós. Que tenhamos uma feliz e santa semana. Força! Vamos vencer esta batalha, pois estamos nos braços de Jesus e Ele não deixa ninguém para trás.

Padre Thiago Freitas dos Reis
Pároco da Paróquia Bom Jesus

Compartilhe: