Ir para o conteúdo

quarta-feira, 24 de julho de 2024

Artigos

A Paróquia do Divino Espírito Santo já teve cinco Jubileus

02/07/1877 é a data oficial da criação da “Paróquia do Divino Espírito Santo de Barretos”, por Dom Lino Deodato Rodrigues, bispo da Diocese de São Paulo (capital) – só havia esta diocese em todo o Estado. Nomeou Pe. Henrique Sassi como primeiro “vigário”.

02/07/1902 – primeiro Jubileu da paróquia: 25 anos (Jubileu de Prata). O então 2º vigário era o Pe. Francisco Valente, no cargo de 04/09/1880 a 1909 (29 anos).

02/07/1927 – Jubileu de Ouro, 50 anos, sendo o cônego Pe. Vicente Coira como o 7º vigário, no cargo de 18/03/1923 a fevereiro de 1930. Foi em sua administração que se instalou o atual relógio em sua torre.

02/07/1952 – Jubileu de Brilhante (75 anos). Era 14º vigário o Pe. Paulo Campos Dal´Orto, CSS, nomeado aos 31 de março de 1950, quando chegaram em Barretos os padres estigmatinos, que se transferiram para a Paróquia de São Benedito em janeiro de 1976, deixando a administração da então Catedral.

02/07/1977 – O centenário da Paróquia se deu em um ano de transição. A recém-criada Diocese de Barretos perdera seu primeiro bispo em agosto de 1976, e um dos padres que estavam servindo a recém-Catedral era o Pe. Salvador Borges. Dom Antônio Maria Mucciolo foi nomeado segundo bispo diocesano em junho de 1977, ordenado em agosto e tomou posse em setembro deste ano.

02/07/2002 – 125º aniversário de criação da Paróquia, estando toda reformada a catedral desde o ano 2000. Era pároco, em seu primeiro período, o Pe. Deusmar Jesus da Silva, desde dezembro de 1998 até julho de 2011. E só em 2004 foi realizada a 1ª Festa do Divino, para comemorar os aniversários da criação da Paróquia. Em 2024 a Paróquia festeja seu 147º aniversário de criação.

02/07/2027 – Será o Sesquicentenário da Paróquia. E se eu estiver por aqui, estarei com 80 anos de idade.

Compartilhe: