Ir para o conteúdo

segunda-feira, 04 de março de 2024

Artigos

“A luz brilha nas trevas, mas as trevas não a acolheram”

Neste 4º Domingo da Quaresma, a liturgia enfatiza a alegria que vem do amor incondicional de Deus por nós, mesmo quando nos afastamos Dele. É um momento de reflexão sobre a misericórdia de Deus e a necessidade de nos arrependermos dos nossos pecados e voltarmos para Ele.
As leituras deste domingo incluem a história de Samuel ungindo Davi como rei (1 Samuel 16,1b.6-7.10-13a), a carta de São Paulo aos Efésios (Efésios 5,8-14) e o evangelho de João (João 9,1-41) que conta a história do cego de nascença que é curado por Jesus. Essas histórias enfatizam a importância de reconhecer a presença de Deus em nossas vidas e de sermos transformados por Sua graça. Elas também nos lembram que, mesmo quando enfrentamos desafios e dificuldades, podemos encontrar cura e libertação de nossos pecados e limitações através do amor de Deus.
O quarto domingo da Quaresma é uma oportunidade para refletir sobre nossa relação com Deus, nos arrependermos dos nossos pecados e nos alegrarmos na esperança da ressurreição de Cristo na Páscoa.
A escuridão é sempre um grande obstáculo para nós. Se somos surpreendidos por ela, ficamos sem rumo, não sabemos para onde ir. A palavra LUZ transcorre inteiramente na Liturgia deste domingo. Samuel foi como a luz divina, para escolher Davi como rei de Israel. A Carta aos Efésios nos é extremamente clara: “Outrora éreis trevas, mas agora sois luz no Senhor. Vivei como filhos da luz”. E Jesus cura o cego de nascença, manifestando nele a glória de Deus.
O evangelista João refere-se aos feitos de Jesus como SINAIS. E um desses sinais é a cura do cego de nascença. Ele é a luz que ilumina, que devolve a vida, e não somente a visão. “Quem me segue não andará nas trevas”.
Incomparável ensinamento de Jesus; nele há somente a plenitude da luz. A luz rompe a escuridão, dissipa nossos medos, faz brilhar nossos olhos, que veem a beleza do Senhor e nos permitem ver bem o caminho que devemos seguir.”
(Fonte: https://portalkairos.org/reflexao-e-sugestao-para-o-4o-domingo-da-quaresma-2023-do-ano-a/#ixzz7vfxGc85P)

Compartilhe: