domingo, 25 de outubro de 2020

Artigos

A importância do autocuidado

Olá!

Muitos de nós vivíamos mergulhados numa rotina repleta de compromissos e uma agenda cheia de planos. Agora tudo mudou. Diante um surto mundial, de repente a ordem passou a ser ficar em casa. Ao ativar o modo quarentena, muitos grupos de profissionais, como professores, advogados, promotores de eventos, enfim, muitas pessoas tiveram que permanecer em casa e possivelmente com mais tempo livre no seu dia a dia. Porém, a grande maioria mudou a sua rotina por completo – estudos mostraram que a alimentação dos brasileiros piorou nesse período – aumentando a ingestão de alimentos ultraprocessados; além disso, pioraram a qualidade do sono (trocando a noite pelo dia) e deixando de se exercitar, tornando-se mais ansiosos.
Hoje, quero reforçar a necessidade de manter uma rotina nesse período, principalmente de autocuidado e mantê-la quando tudo voltar. Como o próprio nome diz, autocuidado é cuidar-se de si mesmo, é buscar todas as necessidades que o seu corpo e sua mente exigem de você. É aperfeiçoar cada dia mais o seu estilo de vida, é evitar hábitos maléficos a sua saúde física e mental, é adotar medidas de prevenção a doenças, e claro, evitar situações de risco.
Lembre-se:
• Estabeleça uma rotina, com hora de acordar, dormir (veja na coluna ao lado as dicas para dormir melhor), se alimentar, tomar banho, etc.
• Inclua um tempo para praticar exercícios
• Evite ficar de pijama o dia todo.
• Ao acordar troque de roupa, mesmo se for trabalhar de casa.
• Arrume um local para trabalhar que não seja sua cama, e se possível, que não seja o quarto.
• Programe intervalos para sua atividade principal, e tente aproveitar a pausa de maneira descontraída.
• Mantenha contato com seus grupos de amigos e familiares por meios digitais
• Quando sentir-se ansioso, é hora de parar e respirar profundamente
Veja as dicas do Colégio Brasileiro de Medicina do Estilo de vida para manter uma rotina saudável

 

Um ótimo domingo e até o próximo!

Nos acompanhe nas redes sociais: @dra.danielerezek e Dra. Daniele Rezek

Dúvidas e sugestões, nos envie um e-mail: [email protected]ail.com

Compartilhe: