sexta-feira, 23 de outubro de 2020

Artigos

A importância da espiritualidade

Ao refletirmos sobre a experiência da “espiritualidade”, bem como suas causas e efeitos, será possível compreender que a espiritualidade faz parte da essência humana. Sabe-se que o homem é um ser espiritual e que ao longo de sua vida ele experimenta essa realidade de diversos modos, através de suas variadas crenças, pautadas por suas condições de abertura e confiança, que ao longo de sua vida ela vai experimentando e discernindo em sua caminhada pelo mundo.
Sabe-se também, que ao analisar objetivamente o fenômeno espiritual, será encontrado diversos modos de “expressões e crenças”, que dentro de um contexto coerente com a realidade e pautada pelos valores religiosos, nos levarão a compreender inúmeras formas e fenômenos espirituais denominados por uma imensidão de pluralidades que “agregam valores à vida espiritual”, mas que também pode-se haver o risco de “desagregar”.
Observa-se que agregam valores na medida em que suprem a realidade dinâmica dos seres humanos dotados por seus diversos carismas, e pode desagregar na medida em que os movimentos e carismas correm o risco de se fechar somente as suas realidades, caminhando para o individualismo e fechamento.
Olhando para a palavra de Deus, encontramos descrito que: Há diversidades de dons, mas o Espirito é o mesmo, diversos modo de ação, mas é o mesmo Deus que realiza tudo em todos. (Cf. 1cor 12, 4-11).
Deste modo, a partir do ensinamento de São Paulo, e toda a realidade espiritual apresentada, podemos concluir que somos de fato, agraciados por Deus com diversos dons, ninguém é igual a ninguém, no sentido de que a cada um de nós Deus colocou dons e talentos para serem colocados a serviço de Deus e dos irmãos, e assim em nossa caminhada somos capazes de ir descobrindo esses dons e os colocando a serviço do reino de Deus.
A experiência da espiritualidade é fundamental para encontrarmos e descobrirmos nossos dons e capacidades, e assim também ajudarmos a todos os nossos irmãos a encontrarem também a sua missão. Esse é sentido da nossa existência, cultivar valores, cumprir a nossa missão de espalhar o amor, a fraternidade, a união, o respeito pelos dons de cada um. Se esta realidade ainda não nos é possível, é por que com certeza está nos faltando espiritualidade!

Daniel Canevarollo
Seminarista

Compartilhe: