Ir para o conteúdo

domingo, 19 de maio de 2024

Artigos

A história de sonhos

Era fim de tarde, dia frio, terminado meus dois períodos dando aula, era uma sexta feira passando se dias exaustivos, planejamentos, reuniões, relatórios, datas comemorativas congressos e intercalasses, um todo que já estava com o corpo cansado, voz rouca, olhos vermelhos mas passando em frente a uma papelaria resolvi parar, era professora da periferia e muitas vezes meus alunos iam para a escola para se alimentarem não tendo o que comer em casa, sem estrutura e base familiar.

Pensei em comprar materiais, em vista que os recursos eram difíceis vim, carecendo da rede pública fez com que eu investisse meu dinheiro com materiais e livros, sabendo da necessidade deles era algo satisfatório pra mim.

Porém chegando em casa, me encontrava em situações financeiras difíceis, meu marido questionou nervoso não ter nada para comer e vendo as compras, ficou bravo no qual foi motivo de muito conflito e brigas não compreendendo minha necessidade do investimento na profissão.

Logo os alunos receberam os materiais, felizes e gratos, diziam querer ser escritores.

Mas quando chegava em casa, os problemas permaneciam e até aumentavam, me falavam em tomar todos os meus bens, afinal as parcelas estavam atrasadas.

Passando um tempo, formei aqueles jovens e um dia em que já não sabia o que fazer na vida pessoal estava arrasada mais a profissão era motivo de prosseguir.

Tocou a campainha, eram dois alunos entregando seus convites do lançamento de seus livros, fiquei honrada e parabenizei, dizendo comparecer no dia.

Chegando o dia, fui homenageada pois um aluno escreveu o livro sobre a minha história, e ao término do evento, os alunos falaram que o dinheiro dos livros vendidos eram em forma de agradecimento pra mim, pois sem mim eles não realizaram o sonho de ser escritores, fiquei emocionada e prometi dar todo o apoio para que continuassem com seus sonhos.

Professores vocês são insubstituíveis, incríveis, surpreendentes e fascinante a diferença que fazem na vida de seus alunos. Acredite!

Natalia Macedo – Pedagoga

Compartilhe: