Ir para o conteúdo

domingo, 20 de abril de 2014

Artigos

A grande virtude

A misericórdia de Deus sempre nos sustenta. Ele nos ama, mesmo com nossas fraquezas e contínuos erros.
Deus é juiz, não para avaliar o bem o e mal que praticamos, mas para nos justificar, ou melhor, para nos ajudar na caminhada à santificação. Deus nos quer santos.
Em nossa vida a humildade é uma virtude extraordinariamente importante, porque nos permite reconhecer o que somos e o que é Deus para nós.
Somos pecadores.
Por nós mesmos, nunca seremos justificados e nem sequer atingiremos a perfeição humana.
Deus é razão de nossa vida, o amor que nos faz realizados e felizes.
Reconhecer a nossa insignificância, sofrer com nossas misérias, nossos erros; nos reconhecermos pecadores e termos uma permanente humildade de recorrer ao Pai, suplicando o seu perdão, nos dá a garantia da justificação, da misericórdia de Deus.
O pecador, humilde e contrito está próximo da perfeição.
Aquele que está satisfeito com sua própria vida, acreditando que vai indo bem, e graças a seus esforços tem vencido, este vive na ilusão: ainda não aproveitou a graça de ver que é um peso morto na sociedade, espiritualmente falando – que é o que nos importa realmente.
Jesus veio para exaltar precisamos o pecador humilde, aquele que é condenado por seus irmãos, vizinhos e pessoas de sua cidade. Abandonado por todos, o humilde encontra nos braços do Pai a sua paz.

Compartilhe: