Ir para o conteúdo

quinta-feira, 03 de abril de 2014

Artigos

A falta de Fé

Prezados amigos: “O Senhor nosso Deus o único Deus!” Assim rezavam os hebreus todos os dias de manhã e de noite, plantando cada vez mais fundo no nosso coração, a velha fé dos patriarcas, muito antes do Cristo nascer.
Este sólido monoteísmo (crença num só Deus) do povo israelita, continua firme e intocável no cristianismo: há um só Deus, principio de todas as coisas, e fim para o qual caminha a história, o homem, o mundo sem Ele, o mundo não tem sentido.
Para nós, cristãos, devia ser mais firme e entusiasmaste a certeza de que Deus é Uno e  é Pai. 
Nosso relacionamento com Ele, deveria ser um relacionamento filial, de filhos que tem plena confiança no Pai e se sentem totalmente envolvidos por seu amor.
Mas, alem de não sentir profundamente em seu coração esta filiação, os homens, em geral, estão precisando como nunca, se aproximar mas de Deus.
Essa ausência de Deus, leva as pessoas a se agarrarem a uma porção de falso ídolos, a se entregarem a falso pregoeiros de felicidade. A desilusão que resulta daí, a sensação de vazio que fica nos corações, so poderá ser curada pela presença de Deus assumida pela fé.
É sempre atual a proclamação de Santo Agostinho: “Senhor, tu nos fizestes para Ti. E o nosso coração vive inquieto, enquanto não repousar em Ti”.
Um homem sem fé não é apenas um homem irreligioso, é um homem infeliz! E não será capaz de transmitir felicidade nem mesmo aos seus mais íntimos, de viver a justiça, de criar fraternidade, de na paz, e muito menos na dor e nas inquietações, porque não crê também no próximo.
A vida do homem que vive diante de Deus é vazia, repleta de ansiedades.
O pensar e o repetir as expressões “O Senhor nosso Deus é único Deus”, despertará naqueles que estão frios espiritualmente a coragem da volta ao Pai, ou do nascer da fé em Deus, trazendo, em conseqüência, a aproximação da paz, da serenidade, pois esta é uma pequena oração de louvor e o Pai gosta de ser louvado e atende à prece daquele que O louva.
Neste fim de ano de 2007, agradeçamos a Deus pela nossa vida, pela nossa família viva conosco pelas nossas alegrias, tristezas dificuldades, por tudo que nos aconteceu…

Compartilhe: