Ir para o conteúdo

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Artigos

7 anos de falecimento do Servo de Deus Pe. André Bortolameotti

Amanhã, dia em que a Igreja celebra a memória de São Judas Tadeu, completa-se 7 anos do falecimento do Servo de Deus Padre André Bortolameotti. Duas missas acontecerão amanhã no Santuário Nossa Senhora do Rosário, onde se encontram seus restos mortais, em intenção também pelo falecimento do sacerdote: uma às 8h, presidida por Dom Milton Kenan Júnior, e outra às 19h30.

Padre André nasceu aos 22 de dezembro de 1919, em Vigolo Vattaro, na Itália. Foi ordenado presbítero em 29 de junho de 1943. Passou a viver em Barretos em 1984, e seu falecimento se deu aos 28 de outubro de 2010. O processo de abertura da causa de canonização do padre aconteceu no dia 08 de setembro do ano passado.

Não há um tempo previsto para que se chegue à canonização. A postulação da causa está ainda no processo de levantamento histórico do sacerdote, verificando os escritos deixados por ele e sendo ouvidos testemunhos de pessoas que conviveram com ele. Depois, tudo será enviado ao Vaticano que fará um estudo especializado de todo o material. Se forem aprovadas as virtudes heróicas do Servo de Deus, ele passa a ser chamado de Venerável.

Padre André só passa a ser Beato após a comprovação de um milagre acontecido por sua intercessão e uma celebração é realizada para esta declaração. Depois de um segundo milagre, com um decreto do papa, ele poderá ser declarado santo e acontece então uma celebração para a sua canonização. Por isso, não se pode afirmar quanto tempo levará todo o processo, podendo chegar a décadas.

Compartilhe: