Ir para o conteúdo

domingo, 01 de agosto de 2021

Artigos

10 fatos curiosos sobre a vida do Papa Emérito Bento XVI

O Grupo ACI apresenta 10 fatos curiosos sobre a vida do predecessor do Papa Francisco:
1. Bento XVI tem uma licença de piloto, ele gostava de voar do Vaticano até a residência pontifícia em Castelgandolfo, mas não tem carteira de motorista porque nunca aprendeu a dirigir automóveis.
2. Bento XVI adora gatos e tinha dois animais de estimação quando era Papa. Um deles era um gato que encontrou nas ruas de Roma.
3. Durante o seu pontificado, Bento XVI gostava de tocar piano todos os dias e escutar a música de Mozart, Beethoven e Bach.
4. Embora a sua família não tivesse contato com os nazistas nem fosse ao favor do nazismo, aos 16 anos, Joseph Ratzinger foi recrutado no exército alemão durante a Segunda Guerra Mundial. Nunca esteve em combate e, em 1945, ele desertou as forças de Hitler e terminou passando um tempo como prisioneiro de guerra dos aliados.
5. Além de dedicar-se à oração, Joseph Ratzinger escreve, lê e estuda. Ele tem uma biblioteca de 20.000 livros que foram instalados nos apartamentos papais quando foi eleito em 2005.
6. A Weideneder Brau Vertriebs GmbH, cervejaria de propriedade familiar na cidade de Tann, na Alemanha, criou uma cerveja especial chamada Pabstbier (Cerveja do Papa). O rótulo diz: “Dedicado ao Grande Filho da nossa Pátria, o Papa Bento XVI”.
7. O Papa Emérito fala nove idiomas: alemão, italiano, francês, inglês, espanhol, português, latim, grego antigo e hebraico bíblico.
8. Bento XVI é o mais novo de três irmãos. Seu irmão, Georg Ratzinger, sacerdote é maestro e músico aposentado, foi homenageado por São João Paulo II com o título de protonotário apostólico. Os dois irmãos entraram no seminário da Arquidiocese de Munique-Freising juntos e foram ordenados sacerdotes em 1951.
9. Quando estava se aproximando da aposentadoria, o então Cardeal Ratzinger pediu em repetidas ocasiões ao Papa João Paulo II uma licença para retirar-se de seu ofício como prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé. O Cardeal queria virar bibliotecário ou trabalhar em algo que lhe desse mais tempo para escrever livros. João Paulo II não aceitou seus pedidos.
10. A comida favorita de Bento XVI é o ravioli com fatias de batata da Baviera e a Fanta laranja.

Compartilhe: