Ir para o conteúdo

terça-feira, 05 de março de 2024

Posts

Skate: Rayssa Leal é campeã da SLS Super Crown com nota brilhante

Com nota história, Fadinha se torna bicampeã da Liga Mundial do Skate Street e leva torcedores ao delírio; Confira como foi a etapa e como apostar.

 

Foto: Rede do Esporte

 

Uma das modalidades que ganham cada vez mais a atenção do público é o Skate, principalmente com os atletas do país em alto nível, na briga pelos principais títulos. E quando falamos neles, um dos primeiros nomes que vem na cabeça é Rayssa Leal, a Fadinha.

Ela vem contribuindo para impulsionar o Skate e com isso a modalidade tem crescido cada dia mais em sites de apostas e entre os fãs de esportes. Com recordes quebrados e títulos, cada competição é um novo capítulo escrito na linda carreira da brasileira de apenas 16 anos.

Recentemente, Rayssa Leal levou os 8 mil torcedores que foram até o Ibirapuera a loucura, conquistando o título da SLS, Liga Mundial de Skate, com maior nota da sua carreira. Com a vitória de Rayssa e de Giovanni Vianna no masculino, o Brasil dominou a Liga.

A fadinha vem se destacando desde 2020 em diversos eventos e campeonatos de Skateboarding. Recentemente, conquistou a medalha de ouro nos Jogos Pan Americanos, no Summer X Games e outros campeonatos ao nível mundial, como a etapa Las Vegas da Liga Mundial de Skate.

Rayssa Leal conquista segundo título mundial

Com o apoio do torcedor, a Fadinha dominou o Super Crown, a última etapa da Liga Mundial de Skate. Na competição, cada atleta fez duas voltas de 45 segundos cada, e outra com cinco manobras únicas.

Dessa forma, as quatro melhores notas são contabilizadas para a pontuação final, sendo uma da volta completa e três das manobras. Rayssa Leal teve notas altas desde o início, mostrando que estava focada no bicampeonato.

Em uma das voltas completas, ela conseguiu um 9,0, maior nota da sua carreira. Vale destacar que Oda Yumeka conseguiu um 9,4 nas manobras, portanto, as duas únicas mulheres que atingiram 9,0 na história, entrando para o sonhado “Nine club”.

Além disso, a brasileira também teve um 8,1 na sua “pior” apresentação do dia na pista completa. Nas manobras, ela teve um 8,0 na primeira rodada, após um “backside tailslide” no corrimão.

Na segunda rodada Rayssa não foi bem, com a primeira nota abaixo de 8, recebendo 6,4. Em contrapartida, respondeu bem na terceira rodada com 8,5. Dessa forma, mesmo sem concluir a quarta rodada, a brasileira ficou com 31,9 pontos.

Como as concorrentes não chegaram na pontuação, ela foi para a última manobra já com o título garantido, praticamente apenas para receber os aplausos dos torcedores. Em segundo lugar veio Momiji Nishya com 30,6 pontos, atual campeã olímpica. Fechando o pódio, Page Heyn com 28,9 pontos.

Como apostar em Rayssa Leal no Skate?

Para apostar em Rayssa Leal, na SLS ou outros eventos de skatebording é muito simples, basta ter ao menos 18 anos e se registrar em uma casa de apostas que trabalhe dentro da lei, com todas as licenças ativas.

Porém, é importante ressaltar que existem dois estilos na modalidade, o Park, em uma pista com rampas para manobras, como uma tigela. E o Street, modalidade da Fadinha, com uma pista aberta que conta com objetos que simulam as ruas, como escadas e corrimãos.

Portanto, as duas modalidades são interessantes e, apesar de ambos com skates, tem diferenciais, mas as duas contam com muita emoção. Antes de apostar, confira como o atleta deseja chega para a competição, olhe com calma os valores das odds e aposte com muita responsabilidade.

Compartilhe: