Ir para o conteúdo

domingo, 18 de abril de 2021

Notícias

Vítimas registram queixa de furto de animais em sítio

As vítimas D.R.O., 59 anos, comerciante e A.M.V., 72 anos, motorista, foram até a delegacia e o comerciante noticiou que é proprietário de um sitio e ele deixou como meeiro nestas terras, uma pessoa chamada “Silvio” 52 anos, sendo o arrendatário o senhor A.M.V., e as duas vítimas informaram que “Silvio” mora na propriedade e até o momento lá se encontra, tendo ele subtraído uma novilha e alguns porcos.
Ainda de acordo com as vítimas, o autor vendeu à um vizinho de propriedade a novilha e este vizinho adquiriu a novilha pagando por ela a quantia de R$1.400 reais, sendo que o preço correto gira em torno de 2.500 reais.
Diante dos fatos, o comprador devolveu a novilha ao senhor D.R.O., que informou ainda que mantinha no sitio uma égua e uma vaca e que “Silvio” não quer deixar o proprietário das terras adentrar as mesmas, pois o comerciante D.R.O., deseja verificar se a vaca e a égua lá se encontram, porém, “Silvio” sempre profere a seguinte frase: “Quero ver se tem homem para entrar aqui”.
Vale salientar que o senhor A.M.V., há cerca de 10 dias, adentrou a citada propriedade e constatou a falta de um porco e de um cavalo.
O caso foi registrado como furto e encaminhado ao setor competente.

Compartilhe: