Ir para o conteúdo

sábado, 13 de abril de 2024

Notícias

Vítima cai em golpe, contrata empréstimo e transfere dinheiro para estelionatário

Afirmando ter sido vítima de estelionato, uma senhora de 51 anos, relatou na delegacia que por volta das 14 horas ela recebeu uma ligação de uma pessoa que se apresentou como “Claudio” e que ele seria funcionário de um banco digital, momento em que “Claudio” a informou sobre uma compra que estava sendo realizada em seu nome, no valor de R$1.100,00, e então a vítima respondeu que não estava efetuando nenhuma compra.

Diante disso o estelionatário disse a ela que então seria efetuada a contestação da compra, passando para a vítima informações de como ela deveria proceder.

Logo em seguida o falsário disse que a vítima tinha que contratar um seguro do aplicativo bancário dela e pediu que a vítima adicionasse um determinado número no WhatsApp com o slogan do banco, e através deste número ele passou a enviar-lhe informações, conduzindo a vítima ao invés de realizar um seguro, efetuar um empréstimo, pois havia um valor de empréstimo pré-aprovado.

Em dado momento, a vítima acabou por confirmar o empréstimo no valor de R$4.000,00 em 24 parcelas de R$376,66, e então o estelionatário disse que esse dinheiro deveria ser enviado, via Pix, para uma determinada chave e posteriormente seria creditado novamente na conta da vítima.

Por acreditar que falava mesmo com um funcionário do banco a vítima assim precedeu, fazendo um Pix para uma chave aleatória no valor de R$4.000,00, contudo, depois disso, ela entrou em contato com o banco e relatando o ocorrido, foi informada por uma funcionária de que se tratava de fraude, pois estavam clonando o número do banco e que ela deveria procurar a delegacia de polícia para registrar ocorrência policial e que, possivelmente, tal empréstimo seria estornado, mas para isso o prazo para  resposta é de 11 dias.

Compartilhe: