Ir para o conteúdo

segunda-feira, 25 de outubro de 2021

Notícias

Vítima abordada por ladrões é mantida por horas sob ameaça

A vítima L.R.S., 36 anos, foi até a delegacia e noticiou que ele caminhava pela Rua 20, cruzamento com a Avenida 1, bairro Fortaleza, dirigindo-se ao seu local de trabalho, momento em que foi abordado por três pessoas desconhecidas que ocupavam um veículo modelo HB20, cor prata.
Foi percebido pela vítima que o motorista usava um boné preto, camiseta vermelha em tom escuro, tinha tatuagens no braço esquerdo e um cordão dourado, e este lhe ordenou que “entrasse no carro senão irá morrer” (sic), vindo a fazer gesto de estar armado, e embora a vítima não tenha visualizado nenhuma arma de fogo, assustada, adentrou ao veículo e ficou no banco traseiro, sendo ordenado que abaixasse a cabeça e permanecesse assim.
Em seguida a vítima passou a ser ameaçada para realizar transferência por PIX e entregar aos ladrões todos os objetos de valores que tinha consigo, entretanto, a vítima trazia somente seu celular e o crachá de trabalho, os quais foram entregues.
Ainda de acordo com a vítima ele foi mantido no carro por, aproximadamente, uma hora e meia em companhia dos ladrões, porém não foi agredida fisicamente, mas durante todo percurso eles o ameaçavam, tendo ele permanecido com a cabeça abaixada, não sabendo informar as características dos demais autores.
Posteriormente os ladrões o levaram para o bairro Paulo Prata e em uma estrada de terra eles ordenaram que a vítima descesse do carro e não olhasse para trás, momento em que a vítima desceu do veículo e saiu correndo, vindo a ser mordido por cachorros que estavam na rua, sofrendo ferimentos em sua panturrilha esquerda.
Ao chegar próximo à chácara do CEREA a vítima, assustada, ficou sentado na calçada aguardando até a manhã do dia seguinte, quando se dirigiu até e delegacia e registrou os fatos.

Compartilhe: