terça-feira, 27 de outubro de 2020

Notícias

Valor desembolsado pelo contribuinte barretense para manter Câmara supera a média estadual

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE/SP), por meio do Mapa das Câmaras, informou que cada um dos 122.098 contribuintes barretenses desembolsou no período atualizado entre maio de 2019 a abril deste ano, R$ 91,32 para manter a Câmara Municipal em funcionamento. O documento mostra que o montante despendido pela população local supera o valor médio estadual, que é de R$ 85,85.
Segundo o órgão, no período apurado, o Legislativo local registrou um gasto total de R$ 11,15 milhões, com o pagamento de salários de servidores e dos 17 vereadores. No período compreendido entre maio de 2018 e abril de 2019, o gasto total do Legislativo chegou a R$ 10,44 milhões, cabendo a cada munícipe contribuir com R$ 86,07.
O barretense desembolsa valor superior para manter o Legislativo em funcionamento que os moradores de outras duas cidades da região com população semelhante.
Cada um dos 125.815 moradores de Sertãozinho desembolsa R$ 85,91 para o pagamento das despesas da Câmara local, que possui 17 vereadores e que registrou despesas de R$ 10,80 milhões.
Em Catanduva, com população de 121.862 pessoas, cada contribuinte gasta R$ 66,63 com a Câmara, que possui 13 vereadores e gastou no período R$ 8,11 milhões.
Em todo o Estado de São Paulo, segundo o TCE/SP, são 644 Câmaras Municipais, com 6.921 vereadores. O gasto total do Legislativo chegou a R$ 2,89 bilhões. Cada um dos 33,66 milhões de habitantes de todos os municípios do estado desembolsou R$ 85,85 para arcar com as despesas das Casas de Leis.

Compartilhe: